quinta-feira, 27 de novembro de 2014

capitulo 6




Joe foi embora ele disse que ia marcar um encontro com seu irmão amanhã para conversarmos.Estava distraída quando a porta abriu e vi minha tia entrando em casa com um
sorriso no rosto.Foi aí que me lembrei que ela tinha saido com aquele tal de Ian.
_ Tia,você estava com aquele pesquisador misterioso ?
_ Estava sim,qual o problema ?
_ O problema que você não conhece ele.Ele pode ser perigoso.
_ Não seja boba Demi,Ian não é perigoso.Eu só estava ajudando a encontrar o que ele precisava.
Ela foi subindo as escadas.
_ Só isso ? Ele não queria mais nada,não disse nada de ...estranho ?
Ela parou no alto da escada olhando pra mim .
_ O que de estranho ele poderia me dizer ? Você tem cada uma .
Ela balançou a cabeça e subiu.Quem sabe estou errada a respeito dele,ele pode ser realmente um pesquisador,nada de mais...Assim espero .
No outro dia Joe me mandou uma mensagem dizendo para nos encontrarmos na minha varanda que imos para casa dele conversar com Nick.
Como era sábado e não tinha aula hoje eu ia tirar o dia para isso.Sabe,desde quando descobri que era uma bruxa e uma guardiã me sentia mais viva,começava a ter uma
outra visão do mundo,me sentia outra pessoa,não tinha mais medos,e nem minha antiga vida com pais pais mortos e amigos que não estavam mais nem ai pra mim me assombravam mais.
Joe me transformou,ele me tirou da escuridão que estava presa,ele me libertou e com ele me sinto mais segura,protegida.Se eu mudei tanto assim por dentro estava na hora
de mudar o lado de fora também.Peguei uma mala com minhas roupas antigas,coloquei todas no cabide no quarda-roupas e aqueles que usava até pouco tempo,peguei todas
e coloquei na mala e quardei.Soltei meus cabelos,fazia tempo que não os mostrava para o mundo,peguei minhas maquiagens,sapatos ....e . pronto...


                                                      gente,ela tava com essa roupa

A velha porem renovada Demi estava de volta .
Quando desci minha tia quase teve um treco ...
_ Demi,o que houve com você ?
_ To feia ?
_ Não,você está maravilhosa.
Eu dei um sorriso de alivio.
_ Que bom.
_ O que te fez mudar o visual ? Joe ?
_ Ele teve um pouco de culpa sim,mas eu resolvi mudar por mim mesma tia.Eu tô me sentindo mais madura,forte,mais confiante.Aquele medo que eu sentia e meu passado não
estão mais tomando conta de mim.Resolvi sorrir pra vida de novo.
Os olhos da minha tia se encheram de lágrimas e ela foi correndo me dar um abraço.
_ Minha sobrinha linda.Estou muito orgulhosa de você tá.Muito mesmo.
_ Obrigada.
Nos separamos e ela segurou meu rosto olhando diretamente nos meus olhos.
_ Você está crescendo Demi,tá amadurecendo e isso me deixa feliz.Saber que você tá superando o que você passou,que não foi pouco,me deixa muito orgulhosa de você.
Minha linda,eu sempre quis que superasse isso,que aquela fase de dor passasse logo da sua vida,e hoje como uma graça você me diz que quer voltar a viver feliz.
Eu to muito feliz mesmo.
Agora foi minha vez de estar com os olhos cheios de lágrimas....
_ Ah tia,eu te amo sabia...
Nós nos abraçamos de novo.E depois limpamos nossos rostos.
_ Vai lá,o Joe tá te esperando neh
Dei um sorriso pra ela.
_ É ele tá me esperando .
_ Então vai logo,não deixe o rapaz esperando.
Ela foi subindo para o quarto dela,mas antes parou e disse.
_ Também te amo.
E seguiu seu caminho.....
Joe me mandou mensagem falando que já estava na minha varanda.
Abri a porta e quando ele ergueu a cabeça não pôde desviar seus olhos nem por um segundo de mim.Parecia que ele estava vendo algo extraordinário.Seus olhos brilhavam,eu fiquei toda vermelha.Ele me olhava de uma tal forma que
eu nunca tinha visto ele me olhar.Notei um sorriso surgindo nos perfeitos labios dele.Então uma tulipa apareceu.Ele veio se aproximando devagar de mim,me entregou a
tulipa e me acolheu com um beijo apaixonado e ao mesmo tempo com uma intensidade,uma urgência ...que imediatamente me desliguei de tudo...Só existia eu e ele ali,nos beijando.
O tempo tinha parado para nós dois,estavamos totalmente entregues ao beijo.O beijo que eu queria que durasse para sempre.Os braços que eu queria todo o tempo em volta de mim,me amando,me protegendo.
E parece que ele também queria a mesma coisa.
Mas chegou num momento em que o ar começou a se fazer necessario e nos separamos.Tomamos folego.
_ Ual.
_ Você está linda meu amor.
_ Obrigada.
_ Eu te amo.
Sorri.
_ Eu também.
Ele me deu um selinho.
_ Está pronta ?
_ Prontíssima.
Ele pegou na minha mão e fomos para o carro.
Nunca fui na casa do Joe,estou curiosa para conhecer...
Fomos nos aproximando de uma rua mais distânte,mais isolada das outras casas,e avistei uma casa grande,bem grande por sinal.Paramos ao lado.
_ Chegamos.
_ Ual,sua casa é...imensa.
_ O que me atraiu nela não foi o tamanho,mas é porque fica longe o suficiente das pessoas.É o lugar ideal.
Entramos e eu fiquei ainda mais de boca aberta.A casa era realmente linda,com móveis com um estilo antigo,mas com um ar de sofisticado.Era incrivel.
_ Nick já deve tá chegando.Você quer alguma coisa ?
_ Não,estou bem.
A porta se abriu.Nick entrou cheio de pose .
_ Ora ora,Demetria que evolução.Tá bonita.
_ Obrigada.
Ele veio todo cheio de risinhos..
_ Por que me chamaram aqui ?
_ Por que você deu esse amoleto pra Demi ?
Ele olhou para o amoleto e depois pra mim.
_ Porque pertence a ela.
_ Nick,você sabe muito bem o que eu quis dizer.Anda,para de enrolar.
_ Nick,por favor.
Ele continuou me olhando,respirou fundo e percebi que relaxou os ombros .
_ Pra ela recuperar sua memória e seu poder.
_ A troco de que ?
_ Pra ela volta a ser quem ela realmente é .O que mais poderia ser Joe.?
_ Nick,você sabe que só você pode me ajudar a trazer minha memória e meus poderes de volta.E eu quero que você me ajude,quero voltar a ser bruxa.
_ É o que você quer ?
_ Sim.É o que eu quero.
_ Tudo bem.
Ele pegou o amoleto da mão do Joe.
_ Saia Joseph.Não posso fazer nada com você aqui.
_ O que ? Não,não vou sair de perto da Demi.
_ Se você não sair,não ajudo.
_ O que você tá armando em Nicholas ?
Joe veio chegando perto de Nick,o confrontando.
_Nada irmão.Só não quero você por perto,só eu e Demi.
Nick deu um sorrisinho para Joe debochando da situação.Se a condição era essa,Joe tinha que respeitar.
_ Joe por favor.Faça o que ele tá pedindo.
Ele olhou pra mim,parecia indignado.
- Demi,não vou te deixar sozinha com esse assassino.
_ É  a minha escolha Joe,a minha vida.Eu quero retomar os meus poderes.Me deixe decidir.
Ele se aproximou de mim.
_ Tudo bem....mas saiba que é muito dificil deixar você sozinha com ele.
_ Ele não vai me fazer mal.
_ Não confie nele Demi.
_ Não confio,mas eu sei que ele não vai me fazer mal.
_ Vamos Joe,o que tá esperando pra sair.?
_ Vai.
Ele me deu um beijo e saiu.
_ Muito bem Nick.E agora ?
_ Agora....
Ele veio se aproximando e ficou atrás de mim.Arredou meu cabelo para o lado e colocou o colar no meu pescoço.
_ Me dê suas mãos.
Fiz o que ele pediu.
_ Agora relaxe,esvazie sua mente.E deixe que o colar traga de volta suas memórias...deixe fluir aos poucos.
Fechamos os olhos e relaxei o maximo que consegui.Aos poucos veio surgindo cenas na minha cabeça...Era como um filme,um filme de mim,da minha história.


continua..........


OI GENTE ...ME DESCULPEM PELA DEMORA....
E DESCULPEM PELO CAPITULO TER SAIDO PEQUENO.....AINDA ESTOU NA FASE DE CRIAÇÃO DESSA FIC...
MAS O PRINCIPAL EU JÁ TENHO....A BASE DA HISTÓRIA JÁ TÁ TODA NA MINHA CABEÇA,SÓ FALTA DESENVOLVER.....E GARANTO...VCS VÃO SE SURPRIEENDER BASTANTE....VAI TER MUITAS REVIRAVOLTAS..GRANDES CONFISSÕES....
E UM TRIÂNGULO AMOROSO......!!!!!!
SIM GALERA...VAI TER UMA COMPETIÇÃO PELO AMOR DE DEMI....
RIVALIDADE ENTRE OS IRMÃOS JONAS...!!!!!
QUEM AI É FÃ DE THE VAMPIRE DIARES ?
TÔ ME INSPIRANDO NESSA SERIE .....ENTÃO MESMO QUE EU DEMORE A POSTAR,NÃO SIGNIFICA Q EU LARGUEI O BLOG NÃO ...É PQ ESTOU CRIANDO ALGO MUITO BOM PRA VCS....ALGO Q VAI DEIXAR VCS MORRENDO DE CURIOSIDADES E COM BASTANTE RAIVA DE ALGUMAS PESSOAS ....KKKK  
ESPERO QUE VCS ESTEJAM GOSTANDO.........
VOU DEIXAR UMA ENQUETE PRA VCS VOTAREM ...
TEAM  JOE
     OU
TEAM NICK
E COMENTEM BASTANTE AMORES  ....  :)


quinta-feira, 30 de outubro de 2014

capitulo 5


 

Quando já estava perto de casa,avistei Joe sentado na varanda me esprando.Presumi que minha tia não estava em casa porque seu carro não estava na garagem.
Foi um alivio porque a conversa que teria com Joe,ninguém poderia saber.
Ele se levantou quando me aproximei mais,olhei pra ele e fui direto para abrir a porta,entrei e segurei a porta pra que ele pudesse entrar.
Ele entrou,mas não disse nada.Fechei a porta e fui direto no que me interessa.
Peguei o amoleto e o ergui na mão.
_ Joe,me explica o que é isso ?
Ele olhou espantado.Como se não estivesse acreditando no que estava vendo,e posso até dizer que tinha um pequeno sorriso no rosto.
_ Como conseguiu isto ?
_ Nick me deu.
Ele ficou espantado ainda.
_ Nick ? Como ? Quando ?
_ Ele me encontrou na rua,e veio com um papo de que isso era meu,e que foi ele que tinha me dado.E que nós éramos grandes amigos na infância.Por que você não me contou
isso Joe ?
Ele olhou pra mim e respirou fundo.
_ Demi,esse colar é muito importante.O feitiço para retirar seus poderes e suas memórias foram selados por esse colar.Este colar é a chave pra você ser quem sempre foi.
_  O que ? Quer dizer que esse colar pode..me trazer de volta ?
_ Sim.Mas não sei como fazer isto.Somente Nick ou Taylor sabem como fazer.
_ E por que não me contou que Nick e eu eramos amigos ?
_ Por que essa história acaba em uma grande tragédia.E eu queria te poupar o máximo possível.Mas com esse colar tudo muda.
_ Então pode começar contando tudo Joe,por favor.E sem mentiras.
_ Tudo bem.
Nós nos sentamos no sofá e ele começou.
_ Quando crianças,você e Nick eram inseparáveis.Vocês brincavam juntos,treinavam feitiços juntos...sempre um na cola do outro.Eu por ser um pouco mais velho que vocês
não ficava perto.Eu e você mal nos olhavamos,não tinhamos nenhuma afinidade...nada.No seu aniversário de 10 anos Nick fez essse colar pra você,sei disso porque apesar
de não sermos próximos eu e meu irmão eramos.Quando ele não estava com você,ele estava comigo.Nós nos davamos muito bem,eramos irmãos e grande amigos,verdade seja dita
Demi,as vesez eu tinha até um pouco de ciúmes de vocês dois,porque você ficava mais com meu irmão do que eu.Nick contava tudo pra mim,seus medos,seus sonhos...tudo.
Meu irmão estava acima de tudo na minha vida,depois de nossos pais,é claro.Só que tudo mudou quando você fez 18 anos.
Demi,você era uma bruxa diferente,você era a escolhida.
_ Escolhida ?
_ Sim.Você foi a escolhida para ser a guardiã das magias.Você já nasceu com essa tarefa,mas somente aos 18 o nosso mestre te contou,e para todo o povo.
Demi,sua missão controlar o poder das trevas e da luz.Como nós eramos da luz,não usavamos feitiços muito complexos,pois tentavamos viver o máximo que podiamos sem
magia.Mas as trevas queriam mais,além do que eles já recebiam por direito.Eles queriam mais poderes pra eles para poderem usar em inocentes e provocar derramamento
de sangue por todo o canto.Nós não podiamos deixar isso acontecer,e foi colocado a você essa tarefa de proteger a magia.E somente você Demi,podia liberar de vez todo
o poder.E por isso preciava de um protetor.
_ Mas antes de mim,quem era o guardião ?
_ Era o nosso mestre.Mas ele não tinha a pureza que exisia em você.Então ele se sacrificou para te dar total e pleno poder sobre os dois mundos .
_ Nossa,ainda é dificil de acreditar.
_ Deve ser muito pra sua cabeça neh.
_ Muito.Agora entendo quando Nick me disse que eu devia ser protegida.
_ Essa tarefa foi encarregada a mim.Mas Nick não aceitou muito bem,ele ficou com muita raiva quando soube que era eu quem ia a proteger.Ele era muito bom,mas não o suficiente.
Ele até veio a mim para pedir para abrir mão do meu cargo,mas não podia fazer isso.Eu bem que queria,pois eu sabia o quanto você era importante pra ele.E eu sabia
que ele era importante pra você também.Demi..eu sabia que meu irmão te amava,ele me disse...Mas eu não poderia fazer nada,eu fui o escolhido e ele tinha que se con
formara com isso.Ao passar dos dias,nós ficamos muito proximos,ficamos amigos,e como passavamos bastante tempo juntos,acabou que você e Nick se distânciaram.
Vocês mal se falavam,e eu podia ver a tristeza nos olhos do meu irmão,mas .nós estavamos nos conhecendo Demi,e chegou num certo momento que eu não me via mais longe de
você,eu...comecei a me apaixonar por você e pude perceber pelo seu jeito de olhar pra mim,pelo seu jeito de agir e de sentir quando eu te abraçava que você também
sentia algo por mim.Você não queria admitir pois não queria magoar Nick,mas era inevitável.Nós nos gostavamos e Nick tinha que superar isso.
Mas ele não suportou te perder,e quando soube que iamos casar ele fugiu,foi para o lado escuro da floresta para a magia das trevas.
Eu tentei fazer de tudo para salvar meu irmão desse ódio que ele sentia.Da magoa que ele sentia por mim,mas não consegui.Naquele momento,tive a certeza de que tinha
perdido meu irmão.
_ Ai ele veio e me matou.
_ Eu não sabia que o ódio dele era tão negro e profundo a ponto de te matar.Nick se tornou a pior pessoa de todas.Ele não podia ter feito isso comigo,não podia ter
feito isso com você.
Notei que a ele estava triste.Quando falava do irmão Joe mudava totalmente o seu cemblante.
_ Joe,eu não entendo.Se Nick tirou meus poderes e minha memória e depois me matou,por que ele me deu esse amoleto que pode me dar minha magia de novo ?
_ Eu não Demi.Não conheço mais meu irmão,dele eu espero de tudo.Temos que descobrir como ativar isso.
_ Joe,aconteceu uma coisa muito estranha quando peguei nesse amoleto la na rua pela primeira vez.
_ O que ?
_ Me veio uma visão de quando eu e Nick eramos crianças e eu vi ele me dando esse colar.
_ Você tem certeza Demi.?
_ Tenho.Eu vi perfeitamente.
_ E agora você não consegue mais.
_ Não.Eu encosto e não acontece nada.
Ele parecia pensar em alguma coisa.
_ Que foi ? No que você tá pensando ?
_ Nick estava com ele na mão antes de te dar não é ?
_ Sim.Mas o que isso tem haver ?
_ Acho que sei como ativar esse colar.
_ Como ?
_ Nick foi quem selou a sua magia e sua memoria nesse colar,eu vi ele fazendo isso.Então somente ele pode te trazer de volta e por meio desse colar vocês dois tem estar
juntos segurando ele.
_ Nossa,então vamos precisar do seu irmão.
_ Espera ai Demi.Não sei o que Nick tá aprontando,e se for algma armação ? Por que ele te devolveria sua mágica e sua memória ?
_ É confuso mesmo.Mas precisamos arriscar Joe.


OI GENTE...OBRIGADA PELA PACIÊNCIA DE VOCÊS ....  :)
ESTOU ME ESFORÇANDO MUITO PARA ESCREVER UMA HISTÓRIA BEM LEGAL PRA VOCÊS ....
E AGORA COM ESSA CONFIÇÃO DO JOE...O QUE VOCÊS ESTÃO ACHANDO ?
DE QUE LADO ESTÃO ?
OLHA,AINDA TEM MAIS REVELAÇÕES A SEREM DITAS....E DESSA VEZ É DO NICK.
VOCÊS VÃO SE SURPRIENDER...
E EU ACHO QUE VOCÊS ESTÃO DEIXANDO PASSAR DESPERCEBIDO UMA PESSOA BEM
IMPORTANTE NESSA HISTÓRIA QUE LOGO LOGO VAI APARECER MAIS UMA VEZ.
COMENTEM O QUE ESTÃO ACHANDO AMORES ....
BJSSSS


terça-feira, 14 de outubro de 2014

capitulo 4




No decorrer da aula,ele parecia muito calmo,prestando atenção na explicação da professora.Eu não consegui prestar atenção em nada. Minha mente só conseguia captar que o meu assassino está sentado praticamente do meu lado.Meus instintos falavam para poder fugir o mais rápido e longe possível dele,mas não conseguia mexer nem um músculo.Não conseguia tirar os olhos dele,que estava de costas pra mim....o reparei de cima a baixo.Ele definitivamente era bonito,mas tinha aquele ar de perigo,uma pessoa fria,sem sentimentos.
Selena virou pra trás para conversar.
_ Maior gatinho esse Nick.
_ Sel,não se envolva com ele.Por favor.
_ Credo Demi.O que tem haver ? Não tô vendo nenhum anel no dedo dele que indique que ele tenha namorada...
_ Ele não é de confiança Sel.Joe me falou um pouco do seu irmão....e me disse pra ficar bem longe.
_ Nossa.Assim você me assusta.
_ Mais é pra ficar assustada mesmo.Me prometa Sel
_ Tudo bem...Mas se ele vier conversar comigo,não vou ignora-lo.
Ela virou pra frente.Não posso deixar que ela se envolva com esse monstro.Não vou permitir.
O sinal havia tocado...todos nós saímos para o corredor e cada um seguiu para seus armários pegar os materiais para a próxima aula.
Peguei tudo o que precisava e quando fechei o armário levei um tremendo susto...Nick estava parado atrás da porta.
_ Que susto.
_ Mil desculpas minha querida.Não foi essa a intenção.
Ele deu um sorrisinho galantiador....Mas que merda é essa que ele tá fazendo ? Todo sinpático comigo .
_ O que você tá fazendo aqui ?
_ Vim ver como minnha ex bruxinha está.
_ Não é da sua conta.Me deixe em paz.
Neste momento Joe chega.
_ Deixa ela em paz Nick....
_ Ou o que irmãozinho ?
Joe e Nick ficam cara a cara um com o outro.Meu Deus se eu não intervir vai sair briga desses dois no meio de todo mundo.
Entrei no meio deles,tentando tirar Joe dali...
_ Joe,vem.Não vale a pena ficar discutindo aqui com ele.
_ Nick,eu só vou falar uma vez.Se você encostar um dedo na Demi,eu juro por Deus que te mato.
_ To morrendo de medo...mas podem ficar tranquilos....não vim para matar sua amada,de novo...
Neste momento Taylor chega...ele a envolve com um braço por seu pescoço e saem dali juntos....
_ Por que ele ta aqui Joe ? Se não é pra me matar,então é por que ?
_ Não sei Demi.Mas eu vou descobrir,prometo.
Fomos para as outras aulas.....e graças a Deus,nada de Nick e muito menos de sua capaço,Taylor.
No intervalo,sentamos eu,sel e joe.
_ Joe,por que não chama seu irmão para sentar com a gente ?
_ Acho que não é uma boa ideia Sel....
_ Por que Demi ? É melhor do que ele se juntar com a vadia da Taylor.
_ Selena.Nick e eu não nos damos bem....é melhor não chama-lo.
_ Que chatos vocês dois.Qual o problema afinal ?
_ Sel,deixa queto...vamos falar de outra coisa....seu aniversário.
_ Tô pensando em fazer uma festinha na minha casa.Como não tenho muitos amigos...já vou avisando que não será lá grandes coisas...vocês vão neh ?
_ Claro que sim.
_ Esaremos lá....
.............O intervalo acabou.Voltamos para sala....Aula de história...Sel está comigo,e Nick...
Não dei amínima para ele...Mas parece que minha amiga está caindo de amores por ele.Droga Selena,eu disse pra ela manter distância...
Ela não está sentada perto de mim,sentou perto de Nick.Ela não sabe onde está se metendo,mas ela não me escuta.Não sei mais o que tenho que fazer para ela se afastar do Nick.
Ele tá dando a maior bola pra ela,o que será que ele tá querendo com a Sel.?
Estão rindo,trocando olhares...isso não é bom.Isso não é nada bom !
...........No final da aula,tento achar Sel para perguntar o que Nick disse...Mas não encontro ela em lugar nehum...
_ Oi meu amor.Me procurando ?
Joe veio ate mim e me deu selinho....
_ Oi amor.Não,estou procurando a Sel.
_ Por que ?
_ Nick estava toda atirado pra cima dela.Quero saber o que eles estavam conversando.
_ Mais essa agora. - Ele respirou fundo - Pode deixar,vou encontrar com Nick e resolvo as coisas.
Dei um sorriso e lhe dei um beijo.
_ Vem,vou te deixar em casa...........
..............................................
Cheguei em casa,e minha tia estava com um convidado.
_ Demi,este é Ian.Ele é professor e pesquisador...
_ Olá.
_ Demi,muito prazer em conhece-la.
Ele veio até a mim,pegou minha mão e a beijou...Achei isso meio esquisisto...Ninguém mais faz isso.
_ Aahh,o prazer é meu Ian...O que te traz aqui ?
_ Estou procurando terras ...Na verdade,terras que foram muito importante no passado e que eu preciso encontrar.
_ Estou ajudando ele...Afinal sou uma pesquisadora também ...
_ E como você achou minha tia ?
_ Na faculdade,me indicaram ela....
_ Assim...e você é daqui mesmo ?
_ Morei aqui faz muito tempo.E agora estou de volta.
_ Entendi.Bom,não vou atrapalhar vocês....
Subi para meu quarto...Joguei minha mochila no chão e deitei em minha cama.
Isso é muito estranho.Do nada surge esse pesquisador,em busca de terras....O engraçado é que ele apareceu junto com Nick.Será que eles estão juntos...
Não..não pode ser.Será ?! Peguei o meu celular,preciso ligar para o Joe. Que droga,caixa postal....
Preciso fazer alguma coisa.Se ele estiver mesmo com o Nick,minha tia pode tá correndo perigo.
Num pulo,sai da cama e fui para o corredor em silêncio.Cheguei perto da berada.Nada.Eles não estavam mais ali. Liguei pra minha tia,mais ela também não atende.Mais que droga,hoje nenhum celular tá pegando ? Comecei a entrar em desespero.To muito preocupada com minha tia.Andando de um lado para o outro,me assustei com a companhia.
Abri a porta e era Sel.
_ O que foi Demi.Tá tudo bem ?
_ Tá..tá sim Sel...  - Tentei me acalmar.
_ Então por que você tá tão pálida ? E tremendo ?
_ Não é nada...É ...só,cólica...Nossa,quando tô com cólica,menina ...parece que eu tô em trabalho de parto.
Ela riu com isso...Uffa,acho que ela caiu.
_ Já tomou remédio ?
_ Já.Daqui a pouco faz o efeito e vou está bem.Então, por que veio ?
_ Minha mãe cismou que eu preciso comprar um vestido para meu aniversário.E vim pedir sua ajuda.Vamos ?
_ Ah Sel,acho que não é uma boa ideia.
_ Ixxi,me esqueci da sua dor...
_ Pois é amiga.Não vai dá pra mim ir com você.
_ Ok,sem problemas então.
_ Sel,aproveitando que você tá aqui...O que o Nick tava te falando na aula.
_ Nada,bobagens...Ele falou que eu sou muito bonita...hã,essas coisas...Ai eu disse que vou fazer aniversário e ele perguntou se podeia ir na festa,e eu disse que sim.
_ O que ? Por que Sel ?
_ Não sei Demi.Ele pedu de um jeito tão fofo,não pude dizer não.Mais,qual é o probema hein ? Hà,já sei...Joe é o problema...
_ Não Sel,não é isso...
_ Demi,só porque seu namorado não se dá bem com o irmão,isso não quer dizer que o mundo todo tem que virar as costas pra ele.Poxa,você me disse que ele é perigoso e tal,mas eu conversei com ele e não vi nada de perigoso .
_ Mais ele tá saindo com a Taylor.
_ E o que é que tem.Ele me disse que não tem namorada.
_ Sel,olha...pelo amor de Deus,a única coisa que eu te peço é que você tenha muito cuidado com o Nick....
_ Tudo bem...Eu sei me cuidar Demi.
_ Assim espero.
_ Vi sua tia saindo com um cara muito lindo ....olhos azuis...meu deus !
_ Viu.Onde ?!
_ Ela tava entrando no carro dele.É namorado dela ?
_ Não.É um pesquisador que veio pedir ajuda para minha tia.
_Ha sim...Demi,já que você não pode ir comigo,eu vou andando...~
_ Sel,mil desculpas amiga...
_ Tudo bem...Melhoras.
_ Brigada.
Eu abri a porta pra ela....Esperei um tempo até ela poder estar bem longe e fui andando.Precisava achar minha tia ou Joe....
Sai andando sem rumo nenhum.E foi nesse momento que pensei: não sabia onde Joe morava.Como vou atrás de alguém que eu nem sei onde mora.?
Sentei num banco,e me curvei com as mãos na cabeça....Por que isso tudo tá acontecendo comigo ? Por que meu Deus ?!
Perdida em meus pensamentos sinto que tem alguém sentado do meu lado . Então ergo minha cabeça...Não acredito nisso.
_ O que você tá fazendo aqui ?
_ Ei calma,eu vim em missão de paz.Eu só quero que você me escute..pode ser ?
_ O que você quer Nick ?
_ Vim te devolver algo que te pertence.
Ele abriu a mão,e lá estava um colar,que mais parecia um medalhão.Tinha o formato de uma estrela de 5 pontas...Era lindo....
_ Por que tá me dando isso ?
_ Eu te dei isso quando fez 10 anos.Demi,você não se lembra...
_ E como poderia me lembrar...Você apagou minha memoria.
_  Eu sei disso.Mas pensei que você quisesse saber sobre seu passado .
_ Joe já me contou.
_ Então ele disse que éramos amigos ?Grandes amigos ?
_ O que ?
_ Antes de você e meu querido irmão se apaixonarem,nós éramos amigos..desde infância.Muito próximos Demi.Nós treinávamos feitiços juntos,éramos inseparáveis.
_ E como tudo isso acabou em tragédia ?
_ Foi quando nós crescemos.Joe se desenvolveu muito como Bruxo.Se tornou o melhor.E quanhou o cargo de te proteger.Vocês passaram a ficar sempre juntos,e você foi me esquecendo aos poucos.E do resto você já sabe.
_ Não acredito que éramos amigos...E como você foi capaz de matar sua amiga ?
_ Demi,eu te amava...não pude aguentar ser trocado pelo meu irmão,o certinho que é sempre bom em tudo o que faz.Era eu quem devia te proteger,mas ele me ultrapassou,e ficou com o meu lugar.E com o meu amor... Eu fiquei com ódio Demi....Muito ódio..Joe sempre conseguiu tudo...Eu não podia deixar ele levar sempre a melhor,não podia deixar ele te tirar de mim.
Fiquei pensando nas coisas inacreditáveis que ele tava me contando,não acredito nisso ...Mas só então a fixa caiu.
_ Espera.Você falou que ele era meu protetor ? Por que eu tinha que ser protegida,eu era Bruxa...
_ Uma das melhores.Mas você é muito mais que isso.
Nessa hora meu celular toca...Era Joe.Quando olhei para o lado,Nick havia sumido.
_ Oi amor.Não vi sua chamada.Tá tudo bem ?
_ Joe,precisamos conversar,agora.
_ Tudo bem,tô indo na sua casa.
_ tá.
Desliguei o celular e me levantei indo em direção a minha casa.Mas quando olhei para o lado de novo,o colar estava lá.Quando peguei ele me veio uma forte dor de cabeça e uma imagem apareceu na minha mente,uma imagem de mim e do Nick,parece ser quando ele me deu o colar.
Fechei os olhos balançando a cabeça e a imagem sumiu...Meu Deus,o que tá acontecendo comigo ?!
Respirei fundo,coloquei o colar no meu bolso e fui para minha casa.Acho bom o Joseph começar a me contar tudinho o que ele tá escondendo de mim.

Oi gente,desculpem pela demora.....É  que as vezes dá branco na hora de escrever.....kkk
Tô suando para escrever essa fic,e fico muito feliz que vocês estejam gostando..  :)
Vou fazer o possível para apressar os capítulos,mas se não der, peço que tenham paciência....
Deixem as opiniões de vocês meus amores......bjss

sexta-feira, 3 de outubro de 2014

capitulo 3




Demi em casa......
Depois daquela confissão sobre minha vida e a de Joe,fui pra casa....já era bem tarde e minha tia já estava dormindo.Fui para o meu quarto,tomei um banho,coloquei meu pijama e fiquei sentada na minha cama pensando nas coisas que descobri.Até ontem eu era uma garota comum,com pais mortos...e hoje descubro que era uma bruxa ... Joe me fala que é minha alma gêmea e eu sou a dele.Mas,na verdade,eu não estou apaixonada por ele.Eu gosto muito dele sim...sinto coisas por ele que nunca senti por ninguém...mas....
Não sei...quando estou com ele eu sinto que falta alguma coisa....não me sinto completa.Eu não disse isso pra ele,e nem vou...talvez seja coisa da minha cabeça mesmo..... Ele ficou anos me procurando....nunca se esqueceu de mim nem por um segundo...isso é amor não é ?!
Tudo isso foi como uma bomba que explodiu tudo em volta de mim....da minha vida.Será que existem outros bruxos e bruxas fora Joe,seu irmão Nick e Taylor  ? .........Fiquei pensando nisso durante horas até pegar no sono.
No outro dia,me arrumando para ir para escola,com minha roupa de sempre....calça jeans,uma regata e meu blusao com capuz cobrindo minha cabeça ... de repente ouço minha tia me chamar....
_ Que foi tia...
_ Oi Demi...
_ Joe...O que tá fazendo aqui ?
_ Vim te buscar pra irmos para escola juntos.
_ Demi,porque não me disse que tinha um namorado ?
_ Não tenho namorado.
O sorriso de Joe desapareceu....Sim,o magoe com certeza.Mas eu não tenho culpa....ele não me pediu em namoro.
_ Tô te esperando lá fora.
Ele se despediu da minha tia Katy e saiu.
_ Demi...tadinho.
_ Tia,ele não me pediu em namoro....Eu não tenho culpa.
_ Tá vai...ele tá te esperando.
_ Tchau...
Quando sai Joe estava encostado no seu carro com os braços cruzados e com cara feia...Cheguei perto dele bem de mancinho.
_ Joe....olha,me desculpa tá....é que você não me disse nada de namorarmos...
Ele descrusou os braços e olhou pra mim.
_ Mas depois de ontem eu achei que estavamos.
_ É o que você quer ?
_ Demi,anos e anos procurando pelo meu verdadeiro amor....e agora que eu te achei,o que você acha ? Que eu queria ser seu amigo ?
_ Tá certo....Me desculpe,eu sou uma boba mesmo....É que,ontem fez mudar muitas coisas na minha vida....tô confusa,assustada..
Ele me abraçou....e me passou um pouco da sua energia pura...me acalmei....Ele sempre consegue me fazer sentir melhor.
_ Eu tô com você meu amor...não precisa ficar com medo....
Sorri e lhe dei um beijo...ele deu aquele sorriso que tanto amo e uma Tulipa apareceu.....
_ Vamos ?
_ Vamos.
Entramos no carro e fomos para a escola....
Chegando lá...vi Sel...Ela olhou pra gente estranhando,nós estavamos de mãos dadas....
_ Oi Sel.
_ Pera ai...Vocês dois querem me explicar o que tá acontecendo ?
_ Estamos namorando.
Dessa vez foi eu quem disse.Joe me olhou e me deu um selinho.
_ Então aquele drama todo na cantinha virou em namoro....
_ Sim.
Joe respondeu.
_ Legal.....Fico feliz por vocês....Mas Demi,você podia ter me falado...
_ Desculpa Sel....Foi uma coisa...muito rápida.
_ Bota rápida nisso...vocês se conheceram a 2 dias...
Eu e Joe nos olhamos e demos um risinho disfarçado....Sel nem percebeu...
_ Vem cá...Já viram o aluno novo ?
Joe ficou tenso de repente...
_ Que aluno ?
_ Ele tá lá na secretaria....Passei por ele quando estava chegando...
_ Sabe o nome ?
_ Não....mas é gatinho.
_ Eu já volto meninas....
Joe saiu bem nervoso....Será que ele tá achando que é seu irmão ?
_ Nossa,o que deu nele Demi ?
_ Não sei Sel...Vem,vamos pra sala.
.......................................
Primeira aula eu e Sel tivemos juntas.....Biologia.
No meio da aula a professora apresentou o aluno novo.....
_ Galera,este é Nicholas.....aluno novo....Sente-se ....
Ele veio caminhando,se sentou do lado da Sel...quase do meu lado já que Sel estava na minha frente.
_ Olá meninas...Sou Nicholas,mas podem me chamar de Nick.
Nick....irmão de Joe..Não é possível.Ele me achou.
_ Muito prazer...sou Selena,mas pode me chamar de Sel e essa é Demi.
Ele ficou me olhando...um olhar frio..me fez arrepiar toda.
_ Demi....é ainda mais linda .
_ Como assim ? Conhece ela ?
_ Sou irmão do Joe...
_ Ual...ele não falou que tinha um irmão...você sabia Demi ?
_ Sabia...
_ Joe e eu não nos damos muito bem...Ele é tipo o irmão certinho e eu.... o demônio da família.
_ Nossa...
Não disse nada,só fiquei olhando pra ele.Parecia uma pessoa normal...Muito lindo.Incapaz de fazer mal a alguém.Mas quem vê cara não vê coração não é mesmo.
Esse monstro já me matou antes....e tudo indica que ele veio pra fazer a mesma coisa.

OI GENTE.....ME DESCULPEM A DEMORA,É QUE ESTOU ESCREVENDO OS CAPITULOS AINDA ENTÃO.....TEM QUE ESPERAR A CRIATIVIDADE ME BATER KKKKK
MAS VOU FAZER O POSSÍVEL PARA POSTAR OS CAPITULOS O MAIS RÁPIDO POSSÍVEL......
MUITO OBRIGADA PELOS COMENTÁRIOS ...E A LEITORA NOVA,SEJA MUITO BEM VINDA !!!!!!
ENTÃO É ISSO GALERA...CONTINUEM COMENTANDO E DANDO A OPINIÃO DE VOCÊS SOBRE A FIC .....BEIJOSSSS

quinta-feira, 25 de setembro de 2014

capitulo 2





Desci para almoçar,ou pelo menos tentar.Estava com um sorriso bobo no rosto e minha tia como é muito curiosa quis saber o motivo....
_ Não é nada....
_ Desde quando mudamos pra cá eu não vejo você sorrindo....aconteceu alguma coisa....
Acabei de colocar minha comida e me sentei,minha tia fez o mesmo,me fitando para receber uma resposta...
_ Qual o nome dele ?
A olhei com cara de surpresa...Meu Deus não se pode esconder nada dela mesmo.
_ Tia,não tem ninguém..que coisa...
_ Demi,não nasci ontem....Vamos,qual o nome dele ?
_ Ninguém,só um chato lá da escola.
_ Um chato que te fez sorrir e suspirar pelos cantos...
Joguei um pedaço de alface nela brincando
_ Não tô suspirando por ninguém....É só que,bom,ele é....diferente...
_ Sei...cuidado hein
_ Como assim ?
_ Pra não se apaixonar...
_ Nunca...tia,eu nunca mais vou entregar meu coração pra ninguém....já me descepcionei muito com o Brian.Chega de sofrer.
_ Demi,só porque o Brian não quis saber de você quando veio pra cá,não quer dizes que outra pessoa vai fazer isso...
_ Não tia.Por favor vamos mudar de assunto...
_ OK
Ela me observou comer,eu sei que estava com aquele olhar de pena.Afinal,não tenho nem 18 anos e já sofri tanto na vida.Comi só mais 2 garfos e sai da mesa.
_ Demi,você não terminou.
_ Tô cheia...
Ela não disse mais nada,mas sei que está preocupada por eu não comer....Ela abaixou a cabeça e voltou a comer....e eu sai..
Tô precisando muito esfriar a cabeça....Coloco meu capuz e saio andando pela rua....
Não sei nem pra onde vou....Se fosse antes,eu ia na casa das minhas amigas,ou pra casa do meu namorado....Mas essa não é mais a minha vida.
Sem querer percebo uma lágrima escorrendo pelo meu rosto....e antes que eu erga meu braço para limpa-la Joe aparece do nada na minha frente e limpa meu rosto.
_ Não chores mais.Estou aqui agora.
Fiquei parada olhando pra ele,como ele pode aparecer assim do nada e dizer essas coisas pra mim ?
_ Você tá me seguindo ?
Ele sorriu.
_ Não.
_ Então como aparece assim do nada ?
_ Sinto quando precisa de mim.
Que isso ? O que ele é afinal ?! Balansei a cabeça e sai de perto dele.
_ Demetria espera.
_ Sai daqui Joe.
Ele vem correndo e para na minha frente.
_ Por que não deixa ninguém chegar perto ?
_ Joe....
Ele estende a mão pra mim.
_ Vem comigo.
_ O que ? Pra onde ?
_ Confie em mim.
Olho pra ele pensando....E decido..confiar.
_ Tudo bem...
Fomos até uma lagoa.Muito linda por sinal,cheio de patos e cisneis.
_ Que lindo.
_ Sempre quando venho nesse lugar me sinto em paz.Tem uma energia muito positiva aqui.Senti só.
Ele segura minha mão e fecho meus olhos.No mesmo instante sinto um peso sair das minhas costas.Uma sensação de alívio,uma paz,uma imensa força positiva toma conta do meu ser.
_ Isso é muito bom.Me sinto outra pessoa.
_ Abra os olhos agora.
Quando abro,vejo o lago todo coberto de Tulipas....
_ Joe,eu preciso de respostas.
_ O que você quer saber ?
_ Como você faz essas coisas,tulipas aparecerem do nada,como você sabia onde eu estava e por que que quando estou perto de você todas as minhas tristezas parecem sumir ?
Ele me olha sério....acho que que vai me contar.
_ Você quer mesmo saber ? De tudo ?
_ De tudo....Por favor
Ele respira fundo ....
_ Vem cá..
Fomos para um lugar que antes,a muito tempo atrás era uma enorme mansão....Só que agora está toda destruida...só restou algumas partes de parede quebradas....
_ Por que viemos pra cá ? Que lugar é esse ?
_ Demi ....aqui foi minha casa.-Ele fez uma pausa- Nossa casa.
_ O que ? Como assim ?
_ Eramos casados a muito tempo atrás...
Será que ouvi direito ? Meu Deus,eu só posso está ficando doida...
_ Tá brincando comigo neh ....
_ Nos conhecemos em 1814, duzentos anos atrás.Em nossa comunidade,vivia humanos,bruxos e bruxas.Existiam dois tipos de magia.A da luz e das trevas.
Os bruxos que pertenciam a magia da luz,podiam viver tranquilamente com os humanos.Mas aqueles que se entregavam com a magia das trevas,eram isolados da comunidade e viviam em uma parte sombria da floresta.
_ E o que isso tem haver comigo e você ?
_ Eu sou um bruxo Demi,dá luz.E você era igual a mim.
_ Espera,tá me dizendo que eu era uma bruxa ?
_ Sim.E muito poderosa.Só que,tiraram seus poderes.
_ Como assim ?
_ Nick,meu irmão mais novo.Ele tinha uma paixão incontrolável por você.Só que você estava apaixonada por mim e eu por você.Ele ficou muito revoltado e não aceitou o fato de te perder pra mim,e quando descobriu que
tinhamos nos casados,ele procurou uma bruxa das trevas para se aliar a ele.Taylor.
_ Que Taylor ?
_ Da escola..
_ Não...Quer dizer que ela é uma bruxa ?
_ Das trevas...
_ Não Joe,para.Isso tudo é demais pra minha cabeça...
Eu sai....Queria sair dali....Parar com aquele papo de doido....Que isso.
_ Demi por favor...
_ Joe,eu vou embora....Não quero saber mais de nenhuma história de bruxa...isso não é real.
_ Demi.Mas é real...Tudo o que tô te contando é verdadeiro...Acredita em mim.
Eu me viro e olho pra ele...
_ E por que eu deveria acreditar em você ?
Ele veio se aproximando....
_ Porque o nosso amor é verdadeiro..
Ele fez aparecer um Tulipa em sua mão.
_ Eram suas preferidas.Você amava quando eu lhe dava Tulipas Vermelhas....Representava o quanto o nosso amor ia durar.
_ Amor eterno.
_ Amor Eterno.....Acredita em mim meu amor.
Ele me entregou a Tulipa.
_ Eu acredito.Eu só posso tá ficando doida,mas eu acredito em você.
Ele sorriu pra mim ..E me beijou.Foi maravilhoso o beijo,foi como se eu tivesse matando a saudade de alguém que a muito tempo eu não via.
_ Nossa....
Nos separamos,e respiravamos ofegantes...
_ Posso continuar ?
Sorri ...
_ Deve...Você tava falando dá Taylor,ela é mesmo uma bruxa.?
_ Sim.Demi,ela é muito perigosa.Nick se aliou a ela pra poder se vingar.Se você não fosse dele,não seria de mais ninguém.Os dois fizeram um feitiço muito poderoso para poder tirar seus poderes e te matar.Porque como você era uma bruxa,era imortal.Mas tirando seus poderes poderia ser morta.
Demi,nós lutamos muito ....mas era impossível vencer eles.Tinham nos pegado de surpresa,estavamos sozinhos,eles me prenderam e eu vi você morrer sem poder fazer nada.
Joe parou por um instante...Ele abaixou a cabeça triste...parecia se sentir culpado...Eu fui até ele e o abracei...
_ Joe,você não teve culpa....
_ Demi,você morreu diante de mim e eu não fiz nada...Não fiz nada ....Não podia...
_ Ei,eu tô aqui agora..
Ele levatou a cabeça e acariciou meu rosto.
_ Eu nem acredito que te encontrei meu amor...Tanto tempo que vivi sem você.
_ Me achou ?
_ Depois que você morreu,Taylor me disse que você voltaria.Mas como mortal,uma reencarnação.Como você era ma bruxa,e todo feitiço tem uma volta,essa foi a condição .
_ Nick me torturou,me disse que sua vingança seria passar anos e anos te procurando....
_ E como não me lembro de nada...Por que não me lembrei de você ?
_ Sua memória fo apagada.
_ E como eu a recupero ?
_ Com a morte de Nick e Taylor.
_ O que ?
_ O feitiço foi feito com o sangue dos dois,entao somente quando morrerem o feitiço é acabado e não somente sua memória volta mas também seus poderes.
_ Joe....não isso é impossível.Eu sou incapaz de fazer mal a uma mosca imagina matar duas pessoas.
_ Eu sei meu amor.... - Ele me abraça - Demi,Taylor contou para Nick que te encontrei.
_ Aquela cachorra,vadia.
_ Ele pode vim atrás de você de novo.
_ Ele vai me matar de novo ? É isso ?
_ Eu não sei.Não vejo o meu irmão a muito tempo.Não sei o que ele quer agora.
_ É por isso que você tava conversando com ela.
_ Sim.
_ Joe,e quando Nick me encontrar ?
_ Não vou deixar ele te machucar.Não dessa vez.



Oi galera....
Me desculpem se estiver alguma coisa ruim...é minha primeira história sobrenatural que faço então,me deem um desconto ...   :)
Me digam se estão gostando...e se vocês não estiverem entendendo alguma coisa,me falem ....
bjsss


sábado, 20 de setembro de 2014

capitulo 1




Ultimamente estou me sentindo tão só.Ainda sinto muita falta dos meus pais,da companhia deles,dos conselhos de minha mãe,até das regras do meu pai.Estou tão triste,tão insegura de tudo na minha vida.Se pelo menos tivesse meus amigos aqui comigo,ia ser mais fácil superar,mas em uma cidade que você não conhece ninguém fica difícil esquecer os problemas.
Sabe,morar com minha tia Katy não é tão mal assim.Ela tá meio perdida,também,ela tinha uma vida sossegada,sem nenhum adolescente problemático pra tomar conta.Ela tá até fazendo um cursinho de como se dá com um adolescente em crise,kkkkk ...Ela é meio doidinha também,mas é uma ótima pessoa.E agora é a única família  que eu tenho.
Minha vida antes era tão boa.No outro colégio,eu tinha um namorado capitão do time de futebol,era líder de animadoras de torcida,andava com as pessoas mais populares do colégio e era sempre um modelo a seguir.Mas depois dessa tragédia tudo mudou.Me revoltei.Mudei a cor dos meus cabelos de loiro para preto,mudei minhas roupas-que eram sempre curtas para roupas mais tampadas-,mudei meu comportamento de a mais divertida,a mais ousada para a esquesita do colégio.
Antes,as pessoas brigavam para andar comigo,para sentar perto de mim,agora todos querem distância.Costumava me sentar na frente e era a que mais participava das aulas,hoje eu sento no fundão e quase não abro a boca.Perdi tudo quando vim para New Orleans,minha famíla,meus amigos,meu namorado,e até minha personalidade....minha vida por completo se foi.....E agora só os restos podres da Demetria que está aqui...
...........................................................................................................................................................................
São 6:00 horas da manhã.Levanto com a maior preguiça do mundo,vou para o banheiro tomar um banho para ver se acordo.Visto uma calça jeans,uma blusa preta e meu blusão de capuz cobrindo minha cabeça,calço meu all star,pego minha mochila e desço.Chego lá em baixo minha tia tá tomando café,tento passar direto para não me ver...Porque  se não ela vai vim com aquela ladainha de que o café da manhã é importante,que não podemos deixar de tomar,etc...e ultimamente não tô me alimentando direito. Não é nada haver com a aparência,estou me sentindo muito bem com meu corpo,é que....não desce nada na minha garganta,não consigo.Como muito pouco...e não quero deixar
minha tia preocupada....Mas parece que ela tem olho biônico....não consigo sair sem ela me ver...DROGA !
_ Onde você pensa que vai sem seu café da manhã ?
Dou meia volta ....
_ Tia,estou sem fome.
_ Demi,você sempre diz isso.Come pelo menos uma fruta.
Fiz uma cara de desânimo, mas caminhei até a mesa e peguei uma maçã.
_ Satisfeita ?
_ Não sem antes você dá uma bela dentada nela na minha frente....
Fiquei olhando pra ela com a maçã na mão.
_ Vamos...
Com cara de tédio,levei a maçã até a boca e mordi...Ela logo deu um sorriso e voltou ao seu cafézinho.
_ E coma ela toda hein.....
Virei em direção a porta já saindo...
_ Tchau tia ...
Chegando no colégio vejo Taylor e seu grupinho de gente esnobe que eu no meu antigo colégio costumava amar....É incrível que em todas as escolas existem gente assim.
E aqui não poderia ser diferente.Passo perto deles e aquela loira vadia me insulta.Eu a ignoro,abaixo minha cabeça e continuo com o meu trajeto, mais escuto atrás a palavra que minha antiga eu, usava bastante para pessoas como a que eu me tornei hoje. PERDEDORA.
Isso acaba comigo,e não consigo segurar as lágrimas que descem descontroladas por meu rosto...Tento chegar no banheiro a tempo de ninguém perceber que estou em  prantos,mas na correria, acabo dando um encontrão em alguém e caio no chão.
_ Você está bem ?
De olhos fechados escuto uma voz masculina bem perto de mim.Quando finalmente abro meus olhos,vejo um rosto lindo...com um olhar tão maravilhoso que chega a ser ipnotizante.
É o garoto mais lindo que já vi na vida....Ele está agachado perto de mim e parece está preocupado mesmo comigo....Também não é pra menos.Estou parecendo uma doida com o rosto todo encharcado de lágrimas.Como não respondo, ele me pergunta mais uma vez.
_ Você está bem ?
Saio do meu transe e me levanto,o fazendo se afastar um pouco de mim,quase o derrubei ...
Limpando meu rosto respondo:
_ Sim,estou bem.
Ele se levanta e para bem proximo de mim.
_ Você não parece esta bem.Será que posso te ajudar ?
Me afastei dele,arrumei minha mochila no ombro e fui saindo.
_ Não,não pode.
Ninguém poderia me ajudar.Porque ninguém tem o Dom de voltar no passado....fazer minha vida voltar como era antes....Quando já estava quase no final do corredor,viro  para trás e ele continua no mesmo lugar,me observando com um sorrisinho no rosto.Viro pra frente de novo e sigo meu rumo até chegar na sala de aula.
Assim que sento em meu lugar,fico tentando lembrar desse garoto,nunca o vi no colégio.Será que é novo ?Só pode ser....Coitado dele,as cadelinhas vão cair matando  na carne fresca.Principalmente a Taylor,que para minha infelicidade é da minha sala,ela e seus seguidores de meia tigela.
Coloco meus fones de ouvido e espero o professor chegar na sala.
Depois de alguns minutos ele entra e .....acompanhado.....Não...é o garoto.Não tô acreditando que ele tá na turma.Que droga.
_ Turma este é Joseph,aluno novo aqui no colégio, então sejam gentis com ele.Joseph,tem um lugar lá no fundo.
Ah não !E ainda por cima vai sentar do meu lado....Ele vem caminhando até a carteira do meu lado com aquele maldito sorriso.Pego meu celular e finjo procurar músicas só para ignora-lo.Com a cabeça baixa,pelo canto do olho vejo ele se sentando e percebo que ele está me encarando.Levanto a cabeça,tiro os fones de ouvido e o confronto.
_ Perdeu alguma coisa aqui ?
Ele continua com os olhos fixos nos meus.Não sei o que ele viu em mim.Um garoto tão lindo quanto ele,devia ficar com paranóia de ficar encarando e sorrindo é para  Taylor,e não pra mim.Qual o problema dele afinal ? Fujo dos meus pensamentos com a voz do meu tão chato professor pedindo para Joseph se juntar comigo para poder acompanhar a lição do livro..... Só pode ser brincadeira.....Lá na frente escuto Taylor fofocando para Stella : COITADO DELE.
Ele se levanta e leva sua carteira até se juntar comigo...Abro o livro na página que está no quadro e coloco no meio,onde dê para nós dois acompanharmos.
_ Ei..Qual seu nome ?
Com os olhos no livro,o respondo sem olhar pra ele.
_ Demetria.
_ Demetria,nome diferente.Um nome que encaixa direitinho para você.
_ Porque é um nome esquisito,ridículo....Por isso combina comigo.
_ Não.Combina com você porque é único,é forte e especial.
O encaro...e dou minha risada sarcástica.
_ Você nem me conhece,como pode falar que sou especial ?
_ Porque eu vejo nos seus olhos.
Permaneço com meus olhos nos dele,não respondo nada.Sinto uma coisa estranha,uma paz,uma sensação de liberdade e uma alegria enorme invade meu coração....mas quando o professor chama pelo meu nome,e desvio meu olhar do dele,aquela sensação desaparece....O vazio volta,a tristeza volta,tudo volta....
O professor pedi para poder ler o primeiro parágrafo do texto . Então respiro forte e começo a ler .Quando termino,olho de novo para Joseph que está com a cabeça abaixada,bom, na verdade ele está mesmo debruçado na mesa.... Penso em cutuca-lo,perguntar se está tudo bem,às vezes ele pode até tá passando mal,não sei.E quando já estou com meu dedo pronto para cutuca-lo ele levanta a cabeça e começa a  juntar os materiais.Olho para o meu relógio e vejo que o sinal já vai tocar.Pego minha mochila no chão para quardar minhas coisas e quando termino Joseph já não
está mais na sala...E em cima de sua mesa está uma Tulipa Vermelha....Pego a Tulipa,e penso como é que ela foi parar ali.... Mesmo sem saber,coloco minha mochila no ombro e saio carregando a Tulipa....
O resto das aulas procuro por Joseph,mas não o encontro....Na hora do intervalo o procuro, e quando o avisto está com o grupinho da Taylor.....Claro que ele estaria lá.
Por que se quer pensei  que ele poderia se sentar comigo....a esquisitona do colégio....Vou até a fila do lanche e pego minha bandeija esperando chegar a minha vez.
As vezes olho para aquele infeliz grupo,e vejo Joseph todo risonho com Taylor praticamente se jogando,literalmente pra cima dele.Não sei porque estou tão incomodada com isso.Eu nem conheço esse garoto, e nem somos amigos....Mas mesmo assim,quando o vejo com ela me dá um aperto no coração,me vem uma sensação ruim não sei explicar.
Finalmente chega minha vez,pego meu lanche e me sento com uma garota que converso na aula de matemática.Selena.Não somos tão próximas,mas nos damos bem,e assim como eu Selena não tem muitos amigos aqui.
_ Oi.
_ Oi Demi.Como vão as coisas ?
_ Normal...quer dizer,mais ou menos.
_ Como assim ?
_ Entrou um garoto novo na minha sala.
_ Uhm,tá gostando dele ?
_ Não,claro que não.É que,ele é diferente,misterioso....ah sei lá.....Vamos parar de falar nele...E você,tudo bem.?
Ela faz que sim com a cabeça ,porque a boca está ocupada mastigando seu sanduiche...
_ Que bom.
Eu,só tomo um suco e como um pedaço do sanduiche.
_Demi,você nunca acaba de comer o sanduiche.
_ Ah Sel,é que não tenho muita fome de manhã.
_ Você nunca tem neh Demetria.
_ Ei meninas.
Joseph chega de surpresa e senta com a gente.
_ O que você tá fazendo aqui ?
_ Lanchando.
_ E não pode lanchar em outro lugar ?
Sel me deu um pequeno chute por baixo da mesa,indicando para eu ficar mais,dócil.
_ Não.Vem cá,não vai me apresentar sua amiga não ?
_ Sou Selena...
_ Muito prazer Selena.Sou Joseph,mas pode me chamar de Joe.
Estava com a pior cara do mundo.Queria saber qual é a dele. O perguntar porque sismou comigo,sendo que este colégio está cheio de garotas lindas,e ele veio fazer gracinha justo com a esquisita aqui.E saber porque eu me senti daquele jeito quando o olhei nos olhos,e como aquela Tulipa foi parar na mesa dele do nada.
_ E então Joe,tá gostando daqui ?
_ Sim,gostei muito.
Percebi seu olhar em cima de mim...Fiquei com um pouco de vergona,mas tentei aliviar....Não ia dá ideia pra ele,uma hora tá cheio de sorrisinhos pra mim,e outra tá dando mole pra Taylor.Não aguentei muito o clima que estava e me levantei.
_ Sel,depois conversamos.
Sai do refeitório e no meio do corredor senti um braço me segurar,quando viro pra trás era ele.
_ Escuta,o que você quer comigo ?
_ Calma,só quero te conhecer melhor,posso ?
Ele largou meu braço.
_ Não.
_ Que isso Demetria.Por favor.
_ Por que você quer tanto me conhecer ? Você não precisa da minha compainha,tem a Taylor pra isso,vai conhecer ela.
_ Não.Eu tõ aqui,querendo conhecer você.
_ Por que esse interesse todo em mim ? Sou esquisita,feia.Sou rejeitada e criticada por todos aqui...
Ele deu aquele sorriso lindo e se aproximou de mim,passando sua mão pelos meus cabelos,retirando  o capuz da blusa deixando por completo meus cabelos por exposto.
_ Você é linda Demetria,não tem que ficar se escondendo.Me deixe entrar na sua vida.
Ele passou a mão pelo meu rosto,fazendo carinho.....Fechei meus olhos em imediato,ao senti seu toque me veio aquela sensão de novo....uma paz,uma tranquilidade....
De olhos fechados,pude senti sua respiração muito próxima de mim....em estantes,a maciez de seus lábios entraram em contado com os meus.Ele me deu somente um selinho,e se afastou....
Quando abri meus olhos ele já havia sumido,e no chão estava mais uma Tulipa Vermelha.Não sei como me deixei envolver daquele jeito com ele,e como ele fazia aquela flor aparecer  do nada...
Escuto o sinal tocar,pego a Tulipa e coloco junto com a outra,dentro do meu diário e vou para a sala de aula.
O resto das aulas foi como de sempre....cansativa,chata,e com aqueles implicantes pegando no meu pé....Joe não teve mais nenhuma aula comigo,acho que a única aula que temos juntos é a de literatura... Sorte que temos todos os dias.....No final da aula também é a mesma coisa coisa.Nem sombra do Joe....E nem vi Selena também.....Sendo assim,fui embora...
Chegando em casa,minha tia ainda estava fazendo o almoço,então subi para meu quarto,liguei meu notebook e procurei o signficado da Tulipa Vermelha....
Sorri quando descobri o que sigificava.Como alguém que eu nem conheço pode me fazer sentir o que estou sentindo ?  Mas eu não vou me render fácil não...esse garoto vai ter que rebolar muito ....

Significado da Tulipa Vermelha : Amor Eterno.

Oi galera...Gostaram do primeiro capitulo ?
Espero que sim ....Em breve o segundo capitulo Ok ....
Comentem bastante ...bjsss

sexta-feira, 19 de setembro de 2014

Aviso

OI GALERA
QUANTO TEMPO HEIN !!!!!
MORRI DE SAUDADES....NOSSA NÃO TAVA AGUENTANDO FICAR SEM ISSO...SEM VOCÊS !!!!!
MAS AGORA....ESTOU DE VOLTA E VIM PRA FICAR...
BOM,OUVI ALGUMAS MUDANÇAS ...NÃO VOU POSTAR A FIC QUE ESTAVA PROGAMADA...VOU POSTAR UMA FIC MINHA...ESCRITA POR MIM ...
ESPERO SINCERAMENTE QUE VOCÊS GOSTEM E COMENTEM BASTANTE.....
TALVEZ HOJE AINDA EU POSTE O PRIMEIRO CAPITULO...SE NÃO DER ,AMANHÃ....
NÃO VAI TER SINOPSE ...JÁ VOU DIRETO NO CAPITULO....SÓ POSSO FALAR PRA VOCÊS QUE É UM ROMANCE SOBRENATURAL.
GARANTO QUE VOCÊS VÃO GOSTAR...O NOME É : SEMPRE
ENTÃO É ISSO...ATÉ DAQUI A POUCO....
BJSSS

quarta-feira, 20 de agosto de 2014

voltei !!!!

Oi galera.... sei que estou em dívida com vocês,e peço desculpas por isso.Sabe,desde um comentário que recebi falando que só posto fics adaptadas eu meio que desanimei.
E resolvi dá um tempo...mas que verdade seja dita,eu não dei a mínima pra esse comentário desagradável,só resolvi dá um tempo mesmo,pensar melhor,cheguei até em desativar o blog,mas achei que não ia ser justo com vocês então voltei atrás e não exclui o blog.Estava sentindo falta dos comentários de vocês,este blog significa muito pra mim,me deixa mais feliz,e quando leio os comentários eu fico mais cheia de vida e mais inspirada do que nunca.Tô cheia de ideias para fics,minhas e adaptadas.Porque vamos ser francos,eu gosto de fazer adaptações de livros,ainda mais quando a história é boa,mas pra quem não gosta,então não leia.Eu só peço a colaboração de vocês e a opinião,afinal este blog é pra vocês.Quem não gosta do estilo e do modo como faço este blog funcionar então não leia,simples assim.Alguns comentários acabam desmotivando a gente.
Então vamos fazer assim,vou deixar uma enquete sobre  a opinião de vocês em SIM ou NÃO.
E espero que vocês me compreendam .
Enquanto ao blog,estou escrevendo uma história pra Nelena,não vai ser aquela que da sinopse não,vou colocar uma de minha autoria .Mas ainda não está pronta,então em breve voltarei mesmo com força total......se ainda me quiserem ....kkkkkk
Então é isso....conto com vocês .....E FELIZ ANIVERSÁRIO MINHA DIVA,TE AMO MUITO
DEMI LOVATO ......



quinta-feira, 10 de julho de 2014

PRÓLOGO-JEMI


DEMI *



Estávamos no apartamento mais feio em toda a Manhattan e não só por isso que meu cérebro estava programado para manter distância principalmente da apreciação da arte: objetivamente estas pinturas eram todas horríveis. Uma perna cabeluda crescendo de um caule. Um espaguete caindo da boca. Ao meu lado, meu irmão mais velho e meu pai murmuravam pensativos acenando como se entendessem o que estavam vendo. Eu era a única que nos mantinha avançando, parecia ser o protocolo tácito dos convidados da festa que deveriam completar o circuito, admirar a arte e só então sentir-se livre para aproveitar os aperitivos oferecidos em bandejas em torno da sala.
Mas no final, acima da enorme lareira e entre dois candelabros extravagantes, estava uma pintura de uma hélice dupla da estrutura da molécula de DNA e impresso em toda a tela estava uma citação de Tim Burton: Nós todos sabemos que os romances interespécies são estranhos.
Emocionada, ri virando-me para Liam e papai. "Ok. Essa é boa."
Liam suspirou. "Você deve gostar mesmo disso."
Olhei para a pintura e para o meu irmão. "Por quê? Porque é a única coisa em todo este lugar que faz algum sentido?"
Ele olhou para papai e algo se passou entre eles, alguma permissão concedida de pai para filho. "Nós precisamos conversar com você sobre o seu relacionamento com o trabalho."
Demorou alguns minutos antes de suas palavras, seu tom e sua expressão determinada despertar o meu entendimento. "Liam" disse. "Vamos mesmo ter essa conversa aqui?"
"Sim, aqui." Seus olhos se estreitaram. "É a primeira vez que te vi fora do laboratório nos últimos dois dias quando não estava dormindo ou devorando uma refeição."
Frequentemente notava como demonstrava estar dividido de forma limpa e sem contaminação os traços de personalidade mais importantes dos meus pais em seus cinco filhos –vigilância, charme, cautela, impulso e foco.
Vigilância e foco estavam reinando na batalha no meio da noite de Manhattan.
"Nós estamos em uma festa, Liam. Deveríamos estar conversando sobre o quão maravilhoso é a arte." Retruquei acenando vagamente para as paredes da sala de estar ricamente decoradas. "E como é escandaloso... alguma coisa..." Não tinha ideia das últimas fofocas e esta pequena bandeira branca da ignorância apenas provava a razão do meu irmão.
Vi como Liam engoliu a vontade de revirar os olhos.
Meu pai me deu um aperitivo que parecia algo como uma lesma em um biscoito e discretamente deslizei aquilo sobre um guardanapo quando um garçom passou. Meu vestido novo coçava e gostaria de ter tido tempo para perguntar no laboratório a respeito dessas coisas que consegui na Spanx. A partir dessa primeira experiência com isso, concluí que isso foi criado pelo Satanás, ou uma mulher que era muito magra para usar calças jeans.
"Você não é apenas inteligente." Liam estava falando para mim. "É divertida. É social. É uma menina bonita."
"Mulher." Corrigi num resmungo.
Ele se aproximou, mantendo nossa conversa discreta na passagem dos festeiros. Deus me perdoe uma pessoa da alta sociedade de Nova York ouvi-lo me dando um sermão sobre como ser mais social. "Que seja, não entendo por  que estamos te visitando há três dias e as únicas pessoas que saí são com meus amigos."
Sorri para o meu irmão mais velho e deixei minha gratidão por sua super protetora hipervigilância passar por mim lentamente afastando a irritação que flamejava minha pele, era como tocar o ferro em brasa, o reflexo acentuado pela prolongada queimação. "Estou quase terminando a faculdade, Liam. Há tempo de sobra para a vida depois disso."
"Esta é a vida." Disse ele, os olhos arregalados e desesperados. "Agora. Quando eu tinha sua idade não estava nem aí para minhas notas, apenas esperava acordar na segunda-feira e não estar de ressaca."
Papai ficou em silêncio ao lado dele ignorando essa última observação, mas apontando para a observação geral de que eu era uma fracassada sem amigos. Dei-lhe um olhar de permissão para falar, recebendo isto de um cientista viciado em trabalho que passava mais tempo no laboratório do que em sua própria casa? Mas ele continuava impassível, usando a mesma expressão que tinha quando um composto que esperasse ser solúvel acabasse viscoso em um frasco: confuso, talvez um pouco ofendido.
Meu pai me deu a objetividade, mas ele sempre achou que minha mãe me deu um pouco de charme também. Talvez por ser mulher, ou talvez porque pensou que cada geração deveria aperfeiçoar as ações da anterior, então era para eu equilibrar vida-carreira melhor do que ele tinha feito. Um dia papai me puxou para o seu escritório e simplesmente falou: 'As pessoas são tão importantes quanto a ciência. Aprenda com meus erros.' E então ajeitou alguns papéis sobre a mesa e olhou para suas mãos, até que se cansou o suficiente, levantou e voltou para o laboratório.
Claramente eu não tinha aprendido.
"Sei que sou autoritário." Liam sussurrou.
"Um pouco." Concordei.
"E sei que me meto muito."
Dei a ele um olhar de cumplicidade sussurrando: "Você é minha própria Athena Polias."
"Só que não sou grego e tenho um pênis."
"Tento esquecer isso."
Liam suspirou e finalmente meu pai parecia que estava destinado a isso ser uma tarefa para dois homens. Os dois chegaram para me visitar, e embora parecesse uma estranha combinação para uma visita casual em fevereiro, não tinha pensado muito nisso até agora. Papai colocou o braço em volta de mim  me apertando. Seus braços eram longos e finos, mas sempre tinha o aperto forte de um homem muito mais forte do que parecia. " Demi, você é uma boa garota."
Sorri para a versão mais nova de papai de uma conversa estimulantemente elaborada. "Obrigada."
Liam acrescentou: "Sabe que te amamos."
"Também amo vocês. Normalmente."
"Mas... leve em conta esta intromissão. Você é viciada em trabalho. É viciada em qualquer caminho mais rápido que acha que a sua carreira precisa seguir. Talvez eu sempre tenha assumido e administrado meticulosamente sua vida."
"Talvez?" Cortei a frase "Você ditou tudo, desde quando mamãe e papai tiraram as rodinhas da minha bicicleta até quando definiu meu toque de recolher antes do pôr do sol. E você nem morava mais comigo Liam. Eu tinha dezesseis anos."
Ele me acalmou com um olhar. "Juro que não vou lhe dizer o que fazer exatamente..." Ele parou olhando em volta, como se alguém próximo pudesse estar segurando uma placa alertando o fim de seu sermão. Pedir a Liam para evitar se meter era como pedir a alguém para parar de respirar por dez minutos. "Basta ligar para alguém."
"'Alguém'? Liam, a questão é que não tenho amigos. Não é exatamentea verdade, mas você acha que eu deveria ligar para alguém e começar essa coisa toda de viver a vida? Ligar para outro estudante de graduação que está tão enterrado em pesquisas como eu? Faço engenharia biomédica. Não é bem uma massa próspera da socialite."
Ele fechou os olhos e depois olhou para o teto antes de ter uma ideia. Suas sobrancelhas se ergueram quando olhou para mim  a esperança enchendo seus olhos com uma ternura fraternal irresistível. "E  Joe ?"
Peguei a taça de champanhe intacta da mão do meu pai e bebi.
Não precisava que Liam repetisse. Joe Jonas era o melhor amigo de faculdade de Liam, ex-estagiário do meu pai e o objeto de cada uma das minhas fantasias adolescentes. Enquanto eu sempre tinha sido a irmã simpática e nerd, Joe era o bad boy gênio com o sorriso torto, orelhas furadas e olhos tão profundos que pareciam hipnotizar qualquer garota que conhecia.
Quando tinha doze anos, Joe tinha dezenove, e ele veio para casa com Liam por alguns dias perto do Natal. Estava sujo e mesmo assim delicioso, tocando seu baixo na garagem com Liam e brincando de flerte durante as férias da minha irmã mais velha, Dallas. Quando tinha dezesseis anos, ele tinha acabado de se formar na faculdade e morou conosco durante o verão enquanto trabalhava para o meu pai. Ele transpirava tanto carisma sexual que dei a minha virgindade a um desajeitado menino esquecível na minha classe tentando aliviar a dor que sentia apenas de estar perto de Joe.
Tinha certeza que minha irmã tinha no mínimo beijado Joe e ele era muito velho para mim de qualquer maneira, mas à portas fechadas e no espaço do segredo do meu coração, poderia admitir que Joe Jonas foi o primeiro rapaz que já quis beijar e o primeiro que finalmente me levou a me masturbar na cama  pensando nele na escuridão do meu quarto.
Seu sorriso brincalhão diabólico e o cabelo que continuamente caía sobre seu olho direito.
Seus braços musculosos e sua pele lisa bronzeada.
Seus longos dedos e até mesmo a pequena cicatriz no queixo.
Enquanto os meninos da minha idade pareciam todos iguais, em Joe a voz era profunda e tranquila. Seus olhos eram pacientes e conhecedores. Suas mãos não estavam sempre agitadas e nervosas, estavam geralmente descansando nos bolsos. Ele lambia os lábios quando olhava para as meninas e fazia comentários confiantes sobre os seios, as pernas e línguas tranquilamente.
Pisquei olhando para Liam. Não tinha mais dezesseis anos. Tinha vinte e quatro anos e Joe trinta e um. Eu o vira há quatro anos no casamento azarado de Liam e seu sorriso calmo e carismático só tinha intensificado, estava mais enlouquecedor. Eu olhava  fascinada  enquanto Joe  fugia para um banheiro com duas das damas de honra da minha cunhada.
"Ligue para ele." Liam pediu  tirando-me de minhas memórias. "Ele tem um bom equilíbrio entre trabalho e vida. Ele está próximo, é um cara bom. Apenas... saia um pouco ok? Ele vai cuidar de você."
Tentei acalmar o zumbido vibrando ao longo de toda a minha pele quando meu irmão mais velho disse isso. Não tinha certeza de como queria que Joe cuidasse de mim: quero que ele seja apenas o amigo do meu irmão, ajudando-me a encontrar mais equilíbrio? Ou será que quero que ele me olhe como uma mulher para o objeto de minhas fantasias mais sujas?
" Demi ." Papai pressionou. "Você ouviu o seu irmão?"
Um garçom passou com uma bandeja cheia de taças de champanhe e troquei a vazia por uma borbulhante taça cheia.
"Ouvi. Vou ligar para o Joe ."

..............................continua

OI GALERA,DESCULPEM A DEMORA  :)
CADA POSTAGEM VAI SER DE UMA HISTÓRIA ...
HOJE POSTEI DE JEMI E NA PROXIMA VAI SER NELENA ... OK ?!
ESPERO Q GOSTEM DAS HISTÓRIAS  :)
OI MARIA EDUARDA NASCIMENTO ....DIVULGO SIM COM MAIOR PRAZER .... EU VI SUA ADAPTAÇÃO...EU FIZ AQUI NO MEU BLOG TAMBÉM ESTÁ HISTÓRIA : ALUGA-SE UM NOIVO ...SÓ Q EU COLOQUEI PROCURA-SE UM NOIVO ...DÁ UMA OLHADINHA PRA VC VER ....É MUITO BACANA ESTÁ HISTÓRIA ...TODOS ADORARAM ....
ENTÃO GALERA ...ENTREM NO BLOG DELA .....PQ ESTA HISTÓRIA É MUITO BOA   http://alugaseumnoivo-jemi.blogspot.com.br/
ENTÃO É ISSO GENTE ...LOGO TEM MAIS ...BEIJOS E MUITO OBRIGADA




sábado, 5 de julho de 2014

Sinopse de Playboy Irresistível

JEMI 



Uma linda nerd. Um incorrigível Don Juan. E uma aula de química só para maiores...Quando Demi Lovato escutou de seu irmão que ela precisava ter uma vida social e se libertar um pouco da faculdade, ela jurou que iria cumprir essa tarefa: sair mais, fazer amigos, começar a namorar. E quem melhor para transformá-la na garota dos sonhos de todo homem do que o lindo melhor amigo de seu irmão, o investidor e playboy assumido  Joe Jonas r? Joe ganha a vida assumindo riscos, mas a princípio ele não bota fé na transformação daquela garota desajeitada... até que numa noite selvagem, sua inocente pupila o seduz e acaba ensinando uma lição sobre o que é ficar com uma garota ardente e... inesquecível. Agora que Demi descobriu o poder de seu próprio sex appeal, resta a Joe provar que ele é o único homem que ela precisa.



NELENA



Um desafio que nenhum dos dois pode recusar.
Depois que a critica literária  Selena Gomez  ganha um concurso cujo prêmio é uma repaginada no visual, ela começa a atrair muita atenção! Especialmente de Nick Angel, um escritor rebelde e supersexy, cujo último livro Selena devorou. Sua principal crítica ao romance? Falta de emoção nas cenas de sexo. Onde está a paixão? O sentimento? Mas quando os dois acabam na cama. ela descobre mais sensações do que poderia imaginar... Nick a acha muito, muito atraente. Contudo, ele sabe, por experiência, que ê apenas uma questão de pele. Então Nick desafia a sedutora literata: ou ela prova sua hipótese de que o amor torna o sexo inesquecível, ou admite a teoria dele, de que a melhor transa é puramente física. Não importa quem será o vencedor. O tempo que passarão juntos tentando convencer um ao outro será deliciosamente ousado!




Galera ...essa fic adaptada será assim : separada Jemi e Nelena .
São 2 histórias totalmente diferente ....jemi n faz parte da história de nelena,nem vice versa ....
Resolvi fazer assim pq estão me pedindo pra fazer Nelena como casal principal tb ....e como a fic q eu vou postar de Jemi não tem outro casal secundário presente ....resolvi postar outra fic adaptada só para Nelena ....
Espero que gostem ...  :)

SEGUNDA POSTAREI OS CAPÍTULOS .....BJSS




terça-feira, 1 de julho de 2014

capitulo 37 ÚLTIMO CAPÍTULO E EPÍLOGO

DEMI *



5 MESES DEPOIS .............

Os aromas de agosto no Colorado são definitivamente bem diferentes dos de Illinois.
Dou uma ajeitada nos cabelos agora bem mais curtos, sem me preocupar com os fios rebeldes. Depois retomo o que estava fazendo: abrindo caixas e mais caixas... Estou me instalando em meu novo lar: a Universidade.
Minha companheira de quarto Lexie, é do Arkansas. Ela parece uma fada, pequena e doce... Talvez seja uma descendente de Sininho. Nunca vi essa menina aborrecida, nem de mau-humor. Juro.
Selena que está na Universidade de Illinois, não teve a mesma sorte. Dara, sua companheira de quarto, dividiu o closet e a sala em dois espaços separados. Ela se levanta às cinco e meia da manhã todos os dias, inclusive nos fins de semana, para estudar e fazer trabalhos. Selena está arrasada com isso. Mas passa a maior parte do tempo no quarto de Justin... E assim, as coisas não estão de todo ruins.
— Você tem certeza de que não quer ir com a gente? — Lexie me pergunta com seu sotaque típico do sul, perceptível em cada palavra.
Lexie está a caminho de uma festa de boas-vindas que os alunos veteranos prepararam para os calouros... Ela e mais um grupo de garotas recém-chegadas como nós.
— Tenho que desempacotar minhas coisas — digo. — E depois vou visitar minha irmã. Prometi a ela que iria vê-la  hoje.
— Ok — diz Lexie, abrindo seu armário. Escolhe e experimenta algumas roupas até conseguir um “visual perfeito” para a noite. Quando finalmente se decide, arruma o cabelo e retoca a maquiagem.
Isso me faz pensar em como eu era  há algum tempo... Em como me esforçava a duras penas, para cumprir as expectativas de todo mundo.
Meia hora mais tarde, Lexie finalmente sai.
Sento na cama e pego o celular. Abro a tampa e vejo a foto no display: Joe e eu.



 Como me detesto por sentir essa vontade louca de rever infinitamente esse nosso momento.
Tantas vezes pensei em deletar esta e as outras duas fotos, que fiz dele... Seria um modo de apagar o passado. Mas não posso.
Abro minha gaveta e pego o lenço de Joe, fresco e limpo, cuidadosamente dobrado em quatro, formando um quadrado perfeito. Toco o tecido suave lembrando de quando ele me deu esse lenço que para mim, nunca representou a Sangue Latino... E sim Joe.
O celular toca, me trazendo de volta ao momento presente. A ligação vem de Sunny Acres. Atendo e então do outro lado da linha, uma voz feminina pergunta:
— Demetria Lovato ?
— Sim.
— Olá Demetria, aqui é Georgia Jackson. Shelley está bem, mas gostaria de saber se você virá antes ou depois do jantar.
Consulto o relógio. São quatro e meia.
— Por favor, diga a ela que chegarei em quinze minutos. Estou de saída.
Desligo o celular e guardo o lenço de volta na gaveta. O trajeto de ônibus não leva muito tempo. Quando me dou conta, já estou caminhando pelo pátio de Sunny Acres. A recepcionista me informa que Shelley está no saguão.
Agradeço e vou até o saguão, mas quero falar com Georgia Jackson antes de ver minha irmã. É ela quem me dá informações sobre Shelley quando telefono a cada dois ou três dias.
Georgia me recebe de maneira cordial e muito amável.
— Onde está Shelley? — pergunto olhando em torno.
— Jogando Damas, como de costume — ela responde apontando para um canto do salão.
Shelley não está de frente para mim, mas reconheço seu cabelo e sua cadeira de rodas. Ah, ela está comemorando... Sinal de que acaba de ganhar a partida.
Quando me aproximo de Shelley, lanço um rápido olhar à pessoa que está jogando com ela...
Eu bem que deveria perceber por esses cabelos negros que meu mundo está prestes a sofrer uma reviravolta... Mas não registro essa informação. Estou paralisada. Não pode ser. Minha imaginação está me enganando. Ou então enlouqueci de vez. Mas quando ele se vira... E os olhos que bem conheço capturam os meus, a realidade se faz muito clara, traduzindo-se numa descarga elétrica, me percorre a espinha com o poder absoluto de um raio.
Joe está aqui. A dez passos de distância. Oh Deus, tudo o que eu sentia e ainda sinto por ele me volta de uma só vez, com a força de uma poderosa maré. Não sei o que falar, ou fazer. Volto-me na direção de Georgia... Será que ela sabia que Joe estava aqui? E me basta um rápido olhar para perceber sua expressão cheia de esperança... A resposta é sim: ela sabia.
— Demetria chegou — escuto Joe dizer a Shelley. Então ele se levanta e vira cuidadosamente a cadeira de rodas para que ela possa me ver.
Como um robô, caminho em direção à minha irmã. Abraço-a com todo carinho e quando me ergo, deparo com Joe. Ele está usando calças cáqui e uma camisa xadrez azul. Tudo o que consigo fazer é olhar para ele enquanto meu estômago se contrai, causando-me uma sensação incômoda. O mundo recua até seus mais remotos limites... Neste exato momento não tenho olhos para nada... Apenas para Joe.
Finalmente recupero minha voz:
— J-Joe...? O que... O que você está fazendo aqui? — pergunto aos trancos. Parece que minha língua ficou travada de repente.
Ele encolhe os ombros:
— Prometi a Shelley uma revanche não foi?
Aqui estamos, frente a frente... Uma força poderosa invisível, não me deixa desviar os olhos dos dele.
— Você veio até o Colorado para jogar Damas com minha irmã?
— Bem, este não foi o único motivo. Vim também para cursar a universidade. Depois que deixei a Sangue, a Sra. Peterson e o Dr. Aguirre me ajudaram a conseguir minha matrícula. Eu vendi Julio. Estou trabalhando no Centro Acadêmico e conseguindo alguns créditos.
Joe? Na universidade? As mangas de sua camisa abotoadas nos pulsos, escondem a maior parte das tatuagens da Sangue Latino.
— Você saiu da gangue? Mas você disse que era muito perigoso fazer isso! Disse que quase todas as pessoas que tentaram sair acabaram morrendo.
— Isso quase me aconteceu. Se não fosse por Gary Frankel, eu jamais conseguiria...
— Gary Frankel? — O cara mais simpático e mais nerd do colégio? Pela primeira vez, consigo desviar os olhos dos de Joe e observar seu rosto... Noto uma cicatriz acima de um olho e outras profundas perto das orelhas, e também no pescoço. — Oh  Deus! O que... O que fizeram com você?
Ele pega minha mão e leva ao peito. Seus olhos continuam belos e expressivos... Como naquela manhã do primeiro dia de aula  no estacionamento do colégio.
— Levei muito tempo para entender, que eu precisava fazer uma reforma geral na minha vida... E também nas escolhas que tinha feito. Como a gangue  por exemplo. Apanhar, ser duramente castigado, até ser marcado como um animal... Todo esse sofrimento não foi nada, comparado à dor de perder você. Se fosse possível apagar, retirar cada palavra que eu lhe disse no hospital... Ah, eu faria! Mas  naquele momento, eu só tinha um objetivo em mente: afastar você de mim. Seria o único jeito de protegê-la, de evitar que acontecesse com você o mesmo que havia acontecido com meu pai e Harry.
Ele me olha... E seus olhos compreendem e tocam e comovem os meus.
— Nunca mais mandarei você embora Demi. Nunca mais. Juro.
Surrado? Marcado a ferro? Estou sentindo náuseas. E as lágrimas estão queimando meus olhos.
— Psiu... — Joe me abraça com força acariciando-me as costas.
— Não fique assim. Tudo está bem... Eu estou bem... — ele repete, com sua voz envolvente. — Estou bem...
É bom estar com Joe. É bom estar assim.
— Há uma coisa que você precisa saber... — ele diz, com a testa colada à minha. — Concordei com aquela aposta porque no fundo, sabia que se me envolvesse emocionalmente com você, estaria perdido. E isso quase aconteceu. Você foi a única pessoa que me fez arriscar tudo  por um futuro digno.
Ele endireita os ombros e recua ligeiramente para me olhar:
— Sinto muito Demetria. Muito mesmo. Agora por favor, diga-me o que você quer e eu te darei. Se você quiser que eu vá embora, que a deixe sozinha pelo resto de sua vida, é só dizer. Mas se você ainda me quiser, darei o melhor de mim para ser... Isto. — Alex aponta para suas próprias roupas. — Como posso provar a você que mudei?
— Eu também mudei Joe. Não sou a mesma garota de antes. E  sinto muito, mas... essas roupas... elas... não são você.
— Não era isso que você queria?
— Não Joe. Você está enganado. Quero você... E não uma imagem falsa. Definitivamente prefiro vê-lo usando jeans e camiseta, porque é assim que você é.
Ele olha para baixo, para si mesmo e ri:
— Tem razão. — Então volta a me fitar. — Uma vez você disse que me amava... Ainda ama?
Minha irmã está nos observando. Está radiante e sorri, me encorajando a dizer a verdade:
— Nunca deixei de amar Joe. Mesmo quando tentei  desesperadamente esquecer você... Não consegui.
Ele suspira e passa a mão pela testa  com evidente alívio. Seus olhos estão brilhantes de emoção. Sinto meus próprios olhos se encherem de lágrimas  uma vez mais. Então puxo Joe pela camisa, para bem perto de mim e digo:
— Não quero viver brigando. Namorar pode ser divertido. E amar pode ser bom. — Puxo-o para mais perto ainda. Quero seus lábios nos meus. — Será que algum dia o amor poderá ser bom... para nós Joe?
Nossos lábios estão quase se tocando... Mas então ele se afasta de mim e... Oh. Meu. Deus. Joe cai sobre um joelho  segura minha mão entre as suas... E meu coração dispara.
— Demetria Lovato, provarei a você que sou aquele cara em quem você acreditou  há dez meses. E darei o máximo de mim  para ser o homem com quem você sonhou. Meu plano é pedir que você se case comigo, daqui a quatro anos, depois da nossa formatura. — Ele ergue a cabeça e sua voz ganha um tom brincalhão. — E garanto que nossa vida será muito divertida... Com algumas brigas eventuais claro, porque você é uma pessoa impetuosa e apaixonada  gracinha. Mas é claro que prefiro que nossa vida tenha muitas e longas horas de namoro, prazer e amor... Talvez um dia possamos voltar a Fairfield e fazer de lá o lugar com que meu pai sempre sonhou. Iremos todos juntos: você, Shelley, eu... E também outros membros da família Fuentes ou da família Lovato que quiserem fazer parte da nossa vida. Seremos uma grande e maluca família mexicana-americana. O que você acha de tudo isso? Mujer, você é dona da minha alma.
Não posso fazer nada, a não ser sorrir enquanto limpo uma lágrima solitária que me escorre pelo rosto. Como eu poderia não amar Joe Fuentes? Todo esse tempo que passei longe dele não mudou  em nada os meus sentimentos. Não posso negar a Joe essa chance. Seria como recusar uma chance a mim mesma. Enfim chegou a hora de correr o risco, de acreditar  uma vez mais.
— Shelley, você acha que ela vai me aceitar de volta? — Joe pergunta à minha irmã  com os cabelos perigosamente próximos de sua mão. Mas  em vez de puxá-los, Shelley apenas os acaricia  gentilmente.
Sinto as lágrimas me voltando aos olhos  escorrendo por meu rosto a mil por hora...
— Sim! — Shelley grita  com seu sorrisinho torto, feliz e satisfeita como jamais esteve.
As duas pessoas que mais amo na vida estão bem aqui  à minha frente. O que mais posso desejar?
— Que curso você escolheu? — pergunto.
Joe me lança o seu melhor sorriso do tipo, “você não pode resistir a mim” antes de responder:
— Química. E você?
— Química. — Enlaçando-o pelo pescoço, faço um pedido: — Você bem que podia me beijar, para ver se ainda temos aquela química perfeita... Embora eu ache que sim, pois você é o dono do meu coração, da minha alma e de tudo o que existe entre um e outro.
Seus lábios cobrem os meus e o beijo acontece, mais ardente e poderoso do que nunca.
Acabo de ganhar meu Do Over, meu direito de recomeçar.
Os planetas do sistema solar finalmente se realinharam.



EPÍLOGO

23 ANOS DEPOIS .................

Professora Peterson entra na classe e fecha a porta:
— Boa tarde. Sejam bem-vindos à aula de Química, neste último ano do curso secundário. — Senta-se na borda da mesa e abre uma pasta. — Vejo que já escolheram seus lugares e quero parabenizá-los por essa iniciativa. Mas acontece que eu mesma resolvi organizar os assentos...
Os alunos protestam, mas a Sra. Peterson já está acostumada. Há trinta anos que ouve esses resmungos, essas reclamações, sempre que se inicia um novo ano letivo no Colégio Fairfield.
— Mary Alcott, ocupe aquele primeiro banco. Seu parceiro será Andrew Carson.
À medida que a Sra. Peterson continua lendo a lista, os estudantes relutantemente se deslocam para os lugares por ela designados.
— Harry  Fuentes... — Ela aponta para a segunda mesa, logo atrás de Talita.
O belo rapaz, que herdou da mãe os belos cabelos loiros e do pai  os olhos expressivos,  senta-se no lugar indicado.
Erguendo os olhos a Sra. Peterson o observa atentamente:
— Sr. Fuentes... Não pense que seu ano vai ser fácil, só porque seus pais tiveram a felicidade de desenvolver um medicamento que impede o progresso do mal de Alzheimer. Na verdade, seu pai está em dívida comigo: não terminou de cursar minha matéria no terceiro ano e ainda trapaceou  numa prova... Embora eu tenha a impressão de que foi sua mãe quem o levou a cometer esse deslize. Mas isso significa apenas que espero um pouco mais do senhor  no que se refere a dedicação e aproveitamento em minha matéria... Entendeu?
— Sí, Señora.
A Sra. Peterson volta a se concentrar na lista e chama a próxima aluna:
— Vanessa Gallagher, por favor ocupe o lugar ao lado do Sr. Fuentes.
Ao sentar-se, Vanessa depara com o belo provocante sorriso de Harry... Seu rosto cora de embaraço. E isso não passa despercebido à professora.
Talvez as coisas estejam começando a mudar após esses trinta anos de magistério... Pensa a Sra. Peterson. Mas  de qualquer forma, é melhor não facilitar:
— E se alguém estiver pensando em criar problemas, saiba que tenho uma política de tolerância-zero  em minhas aulas...

....................................................................FIM !


ACABOU !!!!!!!  :(  
O QUE VCS ACHARAM ????   SE EMOCIONARAM ???!!!!
FOI LINDO NÃO FOI ?! MOMENTO JOE E DEMI   *-*
FOI PERFEITO !
E O FILHO DELES .....REPETINDO A MESMA HISTÓRIA .....!   KKKK
BOM GALERA....LOGO COMEÇAREI A PRÓXIMA HISTÓRIA ADAPTADA !
EM BREVE !

BOM....ESTÁ ADAPTAÇÃO JEMI,FOI DO LIVRO :
QUÍMICA PERFEITA DA SÍMONE ELKELES 
QUEM GOSTOU DA HISTÓRIA E QUISER LER O ORIGINAL ...OU COMPRAR O LIVRO ASSIM COMO EU ....!
ENFIM, ATÉ A PRÓXIMA HISTÓRIA ....
MUITO OBRIGADA ......E COMENTEM
BEIJOSSS


sábado, 28 de junho de 2014

capitulo 36

DEMI *



Hoje é primeiro de abril. Faz cinco meses que não vejo Joe. Não o vejo desde aquele dia no hospital.
Os comentários sobre Joe e Harry finalmente acabaram
Os psicólogos, assistentes sociais e orientadores educacionais “extras” que mandaram aqui para o colégio já foram embora.
Na semana passada eu disse à orientadora educacional que durmo mais de cinco horas por noite, mas isso é mentira. Desde que Joe levou aquele tiro, tenho dificuldades para dormir. Sempre acordo no meio da noite porque não consigo deixar de pensar naquela conversa horrível que tivemos no hospital. A orientadora disse que levarei um bom tempo para superar esse sentimento, essa mágoa por ter sido traída.
O problema é que não me sinto traída; na verdade me sinto triste e humilhada. Depois de tudo, ainda passo horas olhando as fotos que tirei de Joe com meu celular naquela noite no Club Mystique.
Depois de receber alta no hospital, ele desapareceu.
Bem, Joe já não faz parte da minha vida. Não fisicamente... Mas será para sempre, uma parte de mim da qual não posso me livrar, mesmo que eu quisesse.
Uma coisa positiva decorrente de toda essa loucura, é que minha família levou Shelley para o Colorado para conhecer a Casa de Repouso Sunny Acres. E Shelley realmente gostou de lá. Os pacientes podem participar de várias atividades diárias, inclusive esportes. E a cada três meses recebem a visita de uma celebridade, geralmente artistas famosos que se apresentam gratuitamente em concertos e outros tipos de espetáculo. Shelley ficou tão feliz quando soube disso!
Deixar minha irmã escolher seu próprio caminho foi muito difícil, mas consegui. E não fiquei deprimida. Saber que Shelley foi para Sunny Acres por sua livre vontade, me deixou bem melhor... E mais forte para suportar sua ausência. Mas agora estou sozinha.
Ao partir, Joe levou consigo uma parte do meu coração. Estou guardando com todo o cuidado o que restou. Cheguei à conclusão de que a única coisa que posso controlar é minha própria vida. Joe escolheu sua rota. E essa rota me excluia.
No colégio, ignoro os amigos de Joe e eles me ignoram. Todos fingimos que nada aconteceu no início desse ano letivo. Todos... Exceto Miley.
Nós conversamos às vezes, mas é tão doloroso... Uma silenciosa e mútua compreensão nos une. Pois de certo modo, compartilhamos o mesmo sofrimento.
Ao abrir meu armário numa tarde de maio antes a aula de Química, encontro um par de aquecedores de mãos. O pior momento de minha vida me vem à lembrança com força total. Será que Joe esteve aqui? Será que foi ele quem colocou esses aquecedores no meu armário?
Por mais que eu tente esquecer Joe, não consigo. Li em algum lugar que a memória do peixe-vermelho só dura cinco segundos... Que inveja! Minha memória, meu amor por Joe, vai durar a vida inteira.
Aperto esse par de macios aquecedores de mãos junto ao peito e caio de joelhos chorando. É, ando mesmo deprimida.
Selena se abaixa a meu lado e pergunta:
— Demi, qual é o problema?
Sinto-me incapaz de me mover, de reunir forças para me levantar.
— Vamos lá, Demi — diz Selena, me ajudando a ficar em pé. — Está todo mundo olhando.
Tiffany passa por nós.
— Falando sério Demi, será que já não é hora de esquecer aquele bandido do seu namorado que nunca ligou a mínima pra você? Francamente, você está se tornando patética — ela diz chamando a atenção geral, para que todos a escutem muito bem.
Zac aparece ao lado de Tiffany e me olhando com desprezo, comenta:
— Joe teve o que mereceu.
Esteja certo ou errado, lute pelo que você acredita...
Fecho as mãos com força e avanço para Zac... Ele se esquiva com facilidade, agarra meu pulso e torce, obrigando-me a dobrar o braço. Caio de joelhos.
Justin intervém:
— Solte a Demi agora mesmo, Zac.
— Fique fora disso, Justin Thompson.
— Humilhar essa garota só porque ela trocou você por outro cara, é jogo sujo.
Zac me empurra para um lado e arregaça as mangas da camisa. Não posso deixar que Justin assuma uma luta que é só minha.
— Se você quiser brigar com ele, terá que passar por cima de mim — eu digo.
Para minha surpresa, Miley se coloca entre Zac e eu:
— E se você quiser brigar com Demi, terá que passar por cima de mim...
Selena se coloca ao lado de Miley.
— E de mim também.
Um garoto mexicano chamado Sam, empurra Gary Frankel para o lado de Miley e diz:
— Este cara pode quebrar seu braço com um só golpe, cretino! Suma da minha frente antes que eu solte o Gary em cima de você.
Gary, vestindo uma camisa vermelha e calças brancas, resmunga e rosna numa evidente tentativa de intimidar Zac... Sem muito sucesso.
Zac olha para os lados buscando apoio. Pisco os olhos mal acreditando no que vejo. Talvez o universo tenha saído da rota... Mas agora, parece que os planetas estão querendo se alinhar.
— Vamos embora, Zac — diz Tiffany, num tom autoritário. — De qualquer modo, não precisamos desses babacas.
Os dois se afastam. E quase sinto pena deles. Quase.
— Estou tão orgulhosa de você, Justin — diz Selena, atirando-se nos braços de seu namorado.
Os dois se beijam sem ligar a mínima para a platéia, nem para a política que proíbe “Demonstrações de Afeto em Público” no Colégio Fairfield.
— Eu amo você — diz Justin, parando para tomar fôlego.
— Também amo você — diz Selena, com uma voz infantil.
— Ei, arranjem um quarto! — diz alguém. — Vão pra  cama!
Mas os dois continuam se acariciando até que a música invade os corredores através dos alto-falantes, anunciando o começo da próxima aula. Os alunos se dispersam... E eu continuo segurando os aquecedores de mãos junto ao peito.
Miley se ajoelha ao meu lado:
— Sabe, eu nunca declarei meu amor ao Harry. Não quis correr o risco e agora, é tarde demais.
— Lamento muito, Mi. Mas talvez tenha sido melhor assim. Eu corri o risco, mas,de qualquer modo, acabei perdendo Joe.
Ela encolhe os ombros. Sei que está tentando se manter forte para seguir adiante sem entregar os pontos, sem largar os estudos.
— Acho que um dia vou superar tudo isso. Não é lá muito provável, mas posso ter esperanças não é? — diz Miley, endireitando os ombros e se erguendo com uma expressão decidida.
Eu a observo enquanto ela se afasta. Será que Miley compartilha esse assunto com suas outras amigas... Ou apenas comigo?
— Vamos — diz Selena, se soltando dos braços de Justin e me puxando em direção à saída. Enxugo os olhos com as costas da mão e me sento na calçada junto ao carro de Selena. Estou matando aula, mas já não me importo com isso.
— Estou bem, Selena — digo. — De verdade.
— Não, você não está nada bem. Sou sua melhor amiga, Demi. Sempre fui, antes e depois dos seus namorados. Portanto, pode desabafar... Estou ouvindo.
— Eu amo Joe.
— Grande novidade Sherlock. Agora me conte alguma coisa que eu não saiba.
— Ele me usou. Fez sexo comigo só para ganhar uma aposta. E mesmo assim não deixei de amá-lo... Selena, eu sou mesmo patética.
— Você fez sexo e não me contou? Pensei que isso fosse boato sabe? Boato do tipo mentiroso, sem fundamento.
Apoio o rosto nas mãos me sentindo totalmente frustrada.
— É brincadeira, Demi ! Até porque, nem me interessa saber... Ok, me interessa, mas só se você quiser contar — diz Selena. — Mas vamos deixar esse assunto de lado por enquanto. Sabe, eu via o jeito como Joe olhava pra você... Não era possível que ele estivesse fingindo. Não sei quem lhe contou sobre essa aposta, Demi. Mas realmente, não acredito que...
— O próprio Joe me contou. E seus amigos confirmaram a história. Então, por que não consigo dizer “adeus” a ele? Adeus simplesmente!
Selena balança a cabeça como se quisesse apagar minhas palavras.
— Vamos esclarecer as coisas... — Ela ergue meu queixo forçando-me a olhá-la nos olhos. — Em primeiro lugar, Joe gosta de você. Se ele admite isso, ou não... Se fez uma aposta, ou não... Já é outra história. Mas que ele gosta de você Demi, não resta a menor dúvida. E você também sabe disso; caso contrário não estaria segurando esses aquecedores de mãos desse jeito... Em segundo lugar, Joe está fora de sua vida. E você deve isso a si mesma, ao seu amigo Harry e a mim... Pois fiquei ao seu lado mesmo nas horas mais difíceis.
— Não consigo esquecer o momento em que ele me rejeitou de modo tão cruel. Se eu ao menos pudesse conversar com Joe, teria algumas respostas...
— Talvez o próprio Joe não tenha respostas. Talvez seja por isso que ele partiu. Bem, se Joe quiser desistir da vida, se quiser ignorar o que está bem diante dos seus olhos, então que seja. Mas você mostrou a ele que é mais forte do que tudo isso.
Selena tem razão. Pela primeira vez, sinto que conseguirei chegar ao final desse ano letivo.
Na noite em que fiz amor com Joe, entreguei-lhe uma parte do meu coração... Uma parte que ficará com ele para sempre. Mas isso não significa que minha vida deva entrar num compasso de espera indefinidamente. Não posso correr atrás de fantasmas. Estou mais forte agora. Ao menos assim espero...
Duas semanas mais tarde, estou sozinha no vestiário me trocando para a aula de educação física. Todas as garotas já foram para a quadra. Fiquei por último. O som de passos se aproximando pelo corredor me chama a atenção.
A porta se abre e Carmen Sanchez entra. Não me assusto. Ao contrário: olho-a diretamente nos olhos.
— Joe está de volta a Fairfield — ela me diz.
— Eu sei — respondo, pensando nos aquecedores de mãos que encontrei no armário. Foi Joe quem os deixou... E depois partiu, de modo tão insuspeitado quanto chegou.
— Sabe aqueles bichos de pelúcia gigantes recheados de prêmios que a gente vê nos parques de diversão? — diz Carmen, que parece quase... nervosa. Vulnerável. Frágil. — Bem, é tão difícil ganhar um desses. Ninguém consegue, a não ser uns poucos felizardos. Eu por exemplo, jamais consegui.
— Nem eu.
— Pois Joe era o meu grande prêmio, meu bicho de pelúcia gigante recheado de delícias. Ah, como eu odiei você Demi, por ter roubado Joe de mim...
Eu dou de ombros:
— Então pode parar com isso, pois eu também fiquei sem Joe. Não odeio você... Não mais. Eu mudei.
Engulo em seco antes de dizer:
— Eu também.
Carmen ri. E já de saída, murmura:
— Mas Joe certamente não.
O que será que ela quis dizer?

...........................continua

OLÁ GALERA !!!! DESCULPEM A DEMORA ....   :)
E AI ...DEMI SE MOSTRANDO CORAJOSA E FORTE DIANTE DAS CIRCUNSTÂNCIAS !
ADOREIII  !!!  SEL,MILEY E ATÉ JUSTIN DANDO APOIO Á ELA ....
E CARMEM, O QUE SERÁ Q ELA QUIS DIZER COM SUA ÚLTIMA FRASE  ??!!
BOM,A NOVA LEITORA,SEJA MUITO BEM VINDA  !!!  :)
EU TB NÃO ESTOU CONSEGUINDO ENTRAR NO BLOG :
jemiprasemprejemi.blogspot.com
NÃO SEI O Q ESTÁ ACONTECENDO ....
BOM....A FIC JÁ ESTÁ TERMINANDO !  :(
POSTAREI O ÚLTIMO CAPÍTULO JÁ ...E DEPOIS  UM EPÍLOGO ....
E LOGO COMEÇAREI COM UMA ADAPTAÇÃO JEMI DE : PLAYBOY IRRESISTÍVEL
MUITO OBRIGADA PELOS COMENTÁRIOS GALERA  :)
E CONTINUEM COMENTANDO ;)   BJSSS   !